Banner Governo do Estado

terça-feira, 29 de setembro de 2020

Suplentes de deputados do Ceará estão atentos aos benefícios que podem obter nas eleições municipais deste ano

Com 20 deputados, entre federais e estaduais, disputando prefeituras cearenses no pleito deste ano, surge a possibilidade de, aqueles políticos que não obtiveram sucesso nas eleições de 2018 e ficaram na suplência, assumirem definitivamente a vaga parlamentar que pode ser aberta por seus colegas titulares.

Diante dessa situação, muitos suplentes têm um olhar diferenciado para as campanhas em diversas cidades do Ceará, já que o interesse deles é, enfim, se tornarem deputados.

Há, porém, casos de suplentes de deputado que são candidatos a vereador em Fortaleza no pleito deste ano, e com isso podem garantir uma vaga no Legislativo da Capital cearense por quatro anos. Na possibilidade de se tornar titular na Assembleia Legislativa ou Câmara Federal a efetivação seria por um período de dois anos, até final de 2022.

Somente em Fortaleza oito deputados disputam cargos majoritários. Dentre eles o presidente da Assembleia Legislativa, Sarto (PDT). Baseado na coligação proporcional que foi formada em 2018 e que elegeu Sarto deputado estadual, Lucílvio Girão (PDT) seria o primeiro a se beneficiar no Legislativo Estadual com uma eventual vitória do colega pedetista.

Com quase 43 mil votos, Girão é o primeiro suplente da coligação PDT, PTB, DEM, PSB, PRP e PP. Caso não se beneficie com uma eventual eleição de Sarto, Lucílvio ainda tem a opção de apostar na eleição de Nezinho Farias (PDT), em Horizonte. O próximo da lista de suplentes que aposta na eleição de seus pares é Manoel Duca, também do PDT.

Se Renato Roseno (PSOL) for o candidato eleito em Fortaleza, quem se beneficia é o suplente Ari Areia, que obteve 11.326 votos em 2018 e é candidato a vereador no pleito deste ano. A chapa Heitor Férrer (SD) e Walter Cavalcante (MDB), porém, pode ajudar mais de um nome ainda na suplência, já que os dois são deputados da Assembleia Legislativa. David de Raimundão (MDB), que está disputando a vice-Prefeitura de Juazeiro do Norte seria o primeiro da lista, sendo seguido por Edilardo Eufrásio (MDB).

No entanto, a coligação MDB, PHS, Avante, Solidariedade, PSD, PSC, PODE e PRB, que foi formada em 2018, pode ajudar outros suplentes, já que Agenor Neto, do MDB, é candidato a prefeito em Iguatu, com chances de ser eleito. Um dos beneficiados seria Gelson Ferraz, que foi candidato pelo PRB (atual Republicanos) e obteve pouco mais de 25 mil votos.

Mas Agenor Neto disputa eleição com outro deputado estadual, Marcos Sobreira, do PDT. Caso seja eleito, o parlamentar também pode beneficiar quadros da coligação PP, PDT, PR, DEM e PRP, formada há dois anos.

Em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), dois deputados estaduais também estão na disputa: Elmano de Freitas do PT e Vitor Valim do PROS. Sendo eleito, Valim beneficiaria o colega Tony Brito, que ficou na suplência com apenas 12.458 votos. O petista Elmano, por outro lado, beneficiaria PP Cell, que atualmente, disputa uma das 43 vagas de vereador de Fortaleza.

O primeiro suplente da coligação que elegeu Julinho (Cidadania) deputado estadual é Marcel Girão, candidato a vereador de Fortaleza. Julinho postula a vaga de prefeito de Maracanaú, também na Grande Fortaleza. A eleição do deputado estadual, em tese, efetivaria Girão na Assembleia Legislativa.

Uma eventual eleição de Patrícia Aguiar (PSD) em Tauá, na região do Inhamuns, também beneficiaria um quadro do MDB. A depender dos membros da coligação formada em 2018 eleitos nas disputas municipais de 2020, a sigla emedebista pode aumentar em até três o número de representantes na Assembleia Legislativa.

Nelinho, do PSDB, é candidato a prefeito em Juazeiro do Norte. Sua eleição beneficiaria o tucano Carlos Matos, que decidiu apoiar a candidatura de Sarto no pleito deste ano. Bruno Gonçalves (PL), candidato a prefeito em Aquiraz, foi eleito deputado estadual, em 2018, pelo Patriotas. Caso seja escolhido prefeito, em seu lugar deve ingressar Gordim Araújo, que obteve pouco mais de 22 mil votos nas eleições gerais passadas.

Coligação

Na Câmara Federal, uma eventual eleição de Capitão Wagner (PROS) efetivaria Dr. Agripino (PROS). Caso Luizianne Lins (PT) seja eleita prefeita de Fortaleza, a ex-deputada federal, Gorete Pereira, será efetivada. O mesmo acontecerá em sendo eleito Célio Studart (PV), já que os três participaram da coligação formada por PT, PCdoB, PP, PV, PR e PMN. Gorete é a primeira suplente do grupo.

Heitor Freire (PSL) sendo eleito, Robério Cavalcante, que teve apenas pouco mais de 13 mil votos seria, em tese, o beneficiado com  a titularidade do cargo. Roberto Pessoa (PSDB) também é deputado federal e está na disputa pela Prefeitura de Maracanaú. Em sendo eleito, Danilo Forte (PSDB) assume efetivamente a vaga na Câmara Federal.



Eventuais mudanças na Assembleia Legislativa e Câmara Federal em caso de vitória de alguns deputados no pleito deste ano:

>>>Assembleia Legislativa

Candidatos majoritários 2020: Agenor Neto, Heitor Férrer, Walter Cavalcante, Patrícia Aguiar.

Coligação 2018 (MDB, PHS, AVANTE, SOLIDARIEDADE, PSD, PSC, PODE, PRB)

Eventuais beneficiados: Davi de Raimundão, Edilardo Eufrásio, Gelson Ferraz, Rafael Branco.



Candidatos majoritários 2020: Marco Sobreira, Sarto, Nezinho Farias

Coligação 2018 (PP, PDT,  PR, DEM, PRP)

Eventuais beneficiados: Lucílvio Girão, Manoel Duca, Oriel Nunes Filho.



Candidato majoritário 2020: Renato Roseno – PSOL

Eventual beneficiado: Ari Areia.



Candidato majoritário 2020: Vitor Valim – PROS

Eventual beneficiado: Tony Brito.



Candidato majoritário 2020: Elmano de Freitas

Coligação 2018 – PT, PV, PSB

Eventual beneficiado: Marcel Girão.



Candidato majoritário 2020: Nelinho – PSDB

Eventual beneficiado: Carlos Matos.



Candidato majoritário 2020: Bruno Gonçalves – Patriota

Eventual beneficiado: Gordim Araújo.



>>> Câmara Federal

Candidato majoritário 2020: Capitão Wagner – PROS

Eventual beneficiado: Agripino



Candidatos majoritários 2020: Luizianne Lins/Célio Studart

Coligação 2018 – PT, PCdoB, PP, PV, PR, PMN

Eventual beneficiada: Gorete Pereira.



Candidato majoritário 2020: Heitor Freire

 Coligação 2018 – PSL/DC

Eventual beneficiado: Robério Cavalcante



Candidato majoritário 2020: Roberto Pessoa – PSDB

Eventual beneficiado: Danilo Forte.

Edison Silva

Últimas notícias