Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Prefeito de Barbalha aplica primeiras vacinas contra covid-19 na Região do Cariri


Barbalha foi o primeiro município da Região do Cariri a iniciar a imunização contra a covid-19. O prefeito, Guilherme Saraiva, que é médico, aplicou a vacina em duas profissionais de saúde às 6h30 desta terça-feira, 19. A Secretaria Municipal de Saúde recebeu 845 doses da Coronavac, desenvolvida pela chinesa Sinovac e produzida pelo Instituto Butantan. Na noite desta segunda (18), o município de Sobral iniciou a vacinação no interior cearense.

Em Barbalha, a ação foi realizada no Centro de Atenção Psicossocial, Caps III (antigo Centro de Saúde Materno Infantil) e transmitida pelas redes sociais. “É importante esse momento porque a gente passou um ano muito difícil em 2020, perdemos pessoas, tivemos nossas rotinas modificadas. E agora uma esperança concreta, que já chegou aqui na Barbalha. Nossa prioridade nesse primeiro momento é vacinar os profissionais de saúde, pessoas com comorbidades, depois os idosos e a população”, declarou o prefeito.

A secretária de Saúde de Barbalha detalhou o Plano de Vacinação do Município. “Em até 28 dias temos que aplicar a segunda dose. A gente teve o privilégio de dar o pontapé no interior do Ceará nessa luta contra o inimigo invisível, que é o coronavírus. Estamos abraçando essa oportunidade de sermos os primeiros e os grandes disseminadores nessa grande caminhada que a gente está desempenhando a partir de agora”, afirmou.

Segundo a secretária, a vacinação será feita de forma volante, “A gente vai até os locais para vacinar os profissionais de saúde, cumprindo o que está planejado na primeira fase e recebendo as próximas doses vamos dar continuidade, vacinando os idosos acima de 75 anos e os que estão institucionalizados”.

A técnica de enfermagem, Maria Francineide Brito, 57, foi a primeira a ser vacinada pelo prefeito, com auxílio da coordenadora de imunização, Adriana Rocha. Há 30 anos cuidando da saúde da população, ela trabalha no PSF Centro I. “Eu confesso que fiquei surpresa, mas muito feliz. Principalmente, que é uma coisa que a gente esperou muito, eu sonhei muito com esse momento. Não só eu, mas acho que todas as pessoas desejam voltar à vida normal. A gente sabe que é só o início, tem uma longa jornada pela frente. Aqui está o primeiro passo da esperança”, narrou emocionada.

A enfermeira Maria das Dores Felipe de Lacerda, coordenadora da UTI Covid do Hospital Maternidade São Vicente de Paulo, foi imunizada por Dr. Guilherme, logo em seguida. “É um momento muito gratificante para mim que estive a todo momento na linha de frente e vi de perto a luta dos pacientes que foram acometidos de covid-19. A gente espera que seja a renovação e esperança de novos dias, após esses momentos conturbados que a gente tem passado nos últimos meses”, relatou.

As mulheres foram sorteadas entre os profissionais que atuam diretamente com pacientes do covid-19.

Últimas notícias