Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Ex-prefeito Zé Leite assumirá comando da Ceasa no Ceará

  

Após articulação do deputado Fernando Santana, ex-prefeito de Barbalha comandará a Ceasa////. 

O ex-prefeito do município de Barbalha, Zé Leite, assumirá nos próximos dias a presidência das Centrais Estaduais de Abastecimento (Ceasa) no Ceará. O convite foi feito pelo governador Camilo Santana, após articulações do deputado Fernando Santana, no decorrer desta semana.

Zé Leite assume a função em substituição ao geógrafo e economista Maximiliano César Pedrosa Quintino de Medeiros que deixa o comando da Ceasa, iniciado em janeiro de 2018, para assumir a superintendência do Departamento Estadual de Trânsito - Detran, também a convite do governador Camilo Santana.

“Eu recebi com muita alegria esse convite do governador, fruto da articulação do nosso deputado Fernando Santana que, não apenas pelo sentimento de amizade, respeito e aproximação política, apoiou o nosso nome pelo trabalho que realizamos quando da nossa passagem pela secretaria executiva da SDA” disse o ex-prefeito Zé Leite.

Conforme ele, a missão a partir de agora é manter a qualidade que faz com que a Ceasa Ceará seja apontada como referência por outras centrais de abastecimento espalhadas pelo país. “Esse trabalho tem que ser efetuado neste sentido. A qualidade é fator primordial para que nos mantenhamos como exemplo para o Brasil afora”, ressaltou.

Zé Leite também ratificou o compromisso de ampliar a participação da Ceasa no Programa Mais Infância Ceará, especificamente na região do Cariri, por meio do Programa Mais Nutrição. “Em abril, nós deveremos estar com a Fábrica Mais Nutrição em pleno funcionamento. Esse é um programa apoiado desde as suas primeiras discussões pela primeira-dama Onélia Leite Santana. Pela importância do atendimento às 37 entidades selecionadas em Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha, que garantem a segurança alimentar de inúmeras crianças, vamos trabalhar com o objetivo de ampliarmos ao máximo a participação da Ceasa nestes programas”, concluiu.

Últimas notícias