Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Governo do Ceará inicia calendário de pagamento do Cartão Mais Infância Ceará nesta sexta-feira (29)


Famílias contempladas com a transferência de renda do Cartão Mais Infância Ceará recebem, nesta sexta-feira (29), o benefício do Governo do Ceará. Inicialmente, neste mês de janeiro, cerca de 45 mil mães com filhos na primeira infância estão aptas para sacar a quantia de R$ 85, já disponível na conta. Para 2021 o investimento total da ação é de R$ 74 milhões assegurados para aproximadamente 70 mil pessoas.

“O Estado segue garantindo o benefício para os mais vulneráveis. Por isso, a transferência do mês de janeiro está sendo realizada, cumprindo o calendário de pagamentos. Novas famílias estão passando pelo processo de validação dos dados, junto às prefeituras, para que possam receber o benefício, referente a esse mês, de forma retroativa”, explica a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.

Nos últimos anos, desde 2017, o Estado realizou o investimento de cerca de R$ 109,5 milhões, destinado para núcleos familiares cearenses com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses que se enquadrem na situação de alta vulnerabilidade social: residentes de zona rural, em propriedades sem banheiro ou sanitário de estrutura inapropriada, além de residências urbanas sem água canalizada em, pelo menos, um cômodo; domicílios improvisados, adaptados para servir de moradia; e domicílios coletivos, como abrigos, pensões, alojamentos, dentre outros. Para conceder o benefício, a família deve estar escrita no Cadastro Único Para Programas Sociais (CadÚnico).

Ação ampliada

O aumento no número de famílias beneficiadas com o Cartão Mais Infância Ceará foi anunciado no início do ano pelo governador Camilo Santana durante sanção da lei que atualiza e consolida o Programa Mais Infância Ceará como política pública de Estado. Uma ampliação de 45% em relação às 48 mil famílias atendidas em 2020. A iniciativa faz parte das ações do Programa Mais Infância Ceará e é executada pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).    


Últimas notícias