Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Oxigênio produzido no Ceará vai socorrer vítimas da Covid-19 em Manaus


Maior unidade do Brasil e uma das maiores da América Latina, a planta da White Martins localizada na ZPE Ceará (Zona de Processamento de Exportação) – empresa subsidiária do Complexo do Pecém (CIPP S/A), joint venture formada pelo Governo do Ceará e pelo Porto de Roterdã, passa a enviar, semanalmente, 70 mil metros cúbicos (m³) de oxigênio para atender a demanda gerada pela grave crise de saúde vivida por Manaus, que carece do gás em hospitais públicos e privados. De acordo com a empresa, a primeira remessa de carretas de oxigênio já foi enviada, na última terça-feira, 12, para Belém, no Pará, de onde seguirá com destino à capital manauara. Uma segunda remessa foi enviada nesta quinta-feira, 14, seguindo a mesma logística.

Uma das maiores fornecedoras de oxigênio hospitalar do Brasil, a White Martins também possui unidade instalada em Manaus, mas, devido à alta demanda gerada pelos crescentes casos da Covid-19 na cidade, a empresa decidiu reforçar o fornecimento local com gases produzidos em outros estados, como é o caso da unidade da ZPE Ceará, que tem capacidade total de produzir mais de duas mil toneladas de gases por dia. Além do oxigênio, o nitrogênio, dedicado à preservação do sangue e tecidos vitais, também é produzido na planta local.

Últimas notícias