Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Medidas para a quadra chuvosa de 2021 incluem ações de limpeza, drenagem, saúde e assistência social


A Prefeitura de Fortaleza divulgou, nesta segunda-feira (11/01), o plano de trabalho preventivo direcionado à quadra chuvosa deste ano. Após reunião entre membros do Comitê da Quadra Chuvosa, composto por órgãos municipais e estaduais relacionados ao tema, o prefeito José Sarto (PDT) anunciou, em coletiva de imprensa, as medidas previstas para melhorar a capacidade de resposta do Município, incluindo ações assistenciais voltadas à saúde, à drenagem e à limpeza urbana.

O plano de contingência inclui, além da limpeza e da desobstrução de recursos hídricos, o diagnóstico de possíveis áreas inundáveis, a avaliação predial e a notificação de edificações; a estruturação de equipamentos de saúde, a aquisição de equipamentos utilizados pela Defesa Civil, a exemplo de redes, lonas e cestas básicas; e, ainda, o desenvolvimento de política de abrigamento temporário diante de eventuais necessidades.

Na ocasião, Sarto enfatizou a importância da intersetorialidade para a eficácia do trabalho. “Em função da aproximação da quadra chuvosa, diversas ações estão interligadas para reduzir os impactos agravados pela própria geografia da Cidade. (...) Estamos atuando preventivamente em todas as áreas, atentos às possíveis e históricas demandas”, introduziu.

Visitas domiciliares

Para reduzir a transmissão de doenças ocasionadas por diversos vetores, a exemplo do mosquito Aedes aegypti e de roedores, a Prefeitura de Fortaleza iniciou, em novembro de 2020, as ações preparativas para a quadra chuvosa de 2021. Reunindo cerca de 1.200 profissionais da Vigilância Ambiental, a estratégia segue até fevereiro e visa à realização de 538 mil visitas domiciliares.

Estratégias simultâneas

As atividades incluem inspeção de pontos estratégicos em parceria com a Agência de Fiscalização (Agefis), monitoramento de imóveis de grande fluxo, blitze educativas, abordagens, exposições em comércios, terminais de ônibus e barracas de praia; orientações educativas nas Unidades de Atenção Primária (UAPS), além da limpeza de logradouros públicos para a remoção de materiais descartáveis, de inservíveis e de pneus que configurem potenciais criadouros, em parceria com a Secretaria da Conservação e dos Serviços Públicos (SCSP).

Bairros contemplados em 2020

De 21 de novembro a 30 de dezembro de 2020, a operação contemplou os bairros Cais do Porto, Cidade 2000, Praia do Futuro, Mucuripe, Demócrito Rocha, Itapery, Pan Americano, Parangaba, Serrinha e Parque Dois Irmãos.

Dentre residências, sucatas, praças, cemitérios, terminais e shoppings, mais de 401 mil locais foram visitados, desencadeando a eliminação de 600 focos do mosquito.

Bairros contemplados em 2021

Já em 2021, estão compreendidos os bairros Álvaro Weyne, Cristo Redentor, Barra do Ceará, Jacarecanga, Jardim Guanabara, Pirambu, Vila Velha, Joaquim Távora, Luciano Cavalcante, Papicu, São João do Tauape, Vicente Pinzón, Antônio Bezerra, Bonsucesso, João XXIII, Pici, Presidente Kennedy, Quintino Cunha, Rodolfo Teófilo, Couto Fernandes, Vila Peri, Montese, Bom Jardim, Canindezinho, Conjunto Ceará I, Granja Portugal, José Walter, Mondubim, Maraponga, Planalto Ayrton Senna, Parque Genibau, Siqueira, Aerolândia, Barroso, Boa Vista, Edson Queiroz, Jangurussu, Conjunto Palmeiras, Lagoa Redonda, Messejana, Passaré, Paupina, Centro e Praia de Iracema.

Enfrentamento à leptospirose

A operação realiza, ainda, atividades visando ao enfrentamento à leptospirose por meio da prevenção e do combate à proliferação de roedores. Ações de desratização são realizadas em espaços públicos, locais de manejo de resíduos sólidos, bueiros e áreas que representem risco eminente.

Estruturação de unidades de saúde

Durante a coletiva, a secretária da Saúde de Fortaleza, Ana Estela Leite, reiterou a estruturação de 23 unidades de saúde direcionadas à assistência à população no âmbito das arboviroses.

Últimas notícias