Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

quinta-feira, 17 de junho de 2021

Deputado Fernando Santana sugere criação das unidades móveis de atendimento para prevenção do câncer de próstata


Passou a tramitar na Assembleia Legislativa do Ceará, nesta quinta-feira (17), um Projeto de Indicação (PI) que dispõe sobre a criação do Serviço de Unidade Móvel de Atendimento à Prevenção do Câncer de Próstata em cada macrorregião de saúde do Estado do Estado. O texto é de autoria do Deputado Estadual e vice-presidente da Casa, Fernando Santana (PT). 

O PI 231/2021 destaca que o objetivo da ação é promover atividades de prevenção para combater o câncer de próstata, uma doença silenciosa e agressiva e que apresenta poucos sintomas em sua fase inicial, e sendo descoberta, na maioria das vezes, em estágio avançado, o que dificulta a cura.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) apontam para 65.840 novos casos de câncer de próstata a cada ano, entre 2020 e 2022. Até setembro de 2020, o Ceará registrou uma média mensal de 53 óbitos causados por esse tipo de câncer. A enfermidade é a segunda principal causa de morte por câncer em homens, atrás apenas do de pulmão, e o risco de desenvolver esse tipo de doença aumenta de acordo com o aumento da idade. 

Segundo a proposição, o serviço deve ser disponibilizado em veículo adaptado com a instalação de equipamentos para a realização de exames direcionados à detecção precoce da doença, e deverá contar com equipe constituída por médico urologista e outros profissionais necessários para o atendimento. 

“Nosso objetivo com esse projeto é justamente promover o acesso aos serviços de saúde às populações interioranas, através do deslocamento de Unidades Móveis com profissionais que orientarão os atendidos sobre os sinais e sintomas desta moléstia, bem como realizar testes para a sua detecção precoce”, destaca Fernando Santana. 

O serviço de Unidade Móvel proposto deve, além de realizar exames preventivos, orientar o público sobre os sinais e sintomas da doença, e caso o paciente apresente alguma alteração, deverá ser encaminhado para atendimento nas Unidades que integram o Sistema Único de Saúde (SUS).

Últimas notícias