Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Assembleia: Pacto Contra o Coronavírus no Ceará vai realizar força-tarefa no cadastramento para agilizar a vacinação


Na primeira reunião do Pacto Contra o Coronavírus no Ceará, nesta terça-feira (23/06), foi definida a prioridade inicial: realizar uma força-tarefa para universalizar o cadastramento de pessoas aptas a se vacinarem e o acompanhamento desses índices de vacinação. "O grupo de representantes das 15 instituições que integra esta grande força-tarefa decidiu iniciar a estratégia pela criação de uma campanha de massa, bem como a busca ativa pelo público que precisa se vacinar e que, por algum motivo, não conseguiu receber o imunizante, tomar a segunda dose ou até mesmo se cadastrar. Alguns dos nossos parceiros já se disponibilizaram a ajudar com pontos e caminhões para irem ao encontro desse público", destacou o presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão. 

De acordo com o representante do Parlamento Cearense, uma das primeiras medidas práticas será a implementação de um corpo técnico para implementar as decisões do grupo de entidades que representam o Pacto, como a definição da marca e a logística da busca ativa, bem como as atribuições de cada instituição. Ele agradeceu o empenho de cada parceiro e destacou ainda o empenho das entidades em reforçar, por meio de campanha, e de ações diretas, o reforço dos protocolos de saúde.  

"Iniciamos um processo extremamente importante, que é a instalação de um Pacto de controle da pandemia do coronavírus, que surgiu de uma necessidade de observarmos que os números estão caindo, mas não podemos baixar a guarda nem relaxar, especialmente, no período de férias, em que nossa capital é bastante procurada. Então, temos que passar para a população que a pandemia não acabou, que nós temos que nos proteger e proteger os outros", destacou Evandro, em coletiva, após a reunião. 

Participaram do evento Ricardo Cavalcante, presidente Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec); Luiz Gastão, presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio); Assis Cavalcante, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Ceará (CDL); desembargadora Nailde Pinheiro, presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ-CE); Alessander Sales, procurador da República do Ministério Público Federal (MPF); Procurador-geral, Manuel Pinheiro, do Ministério Público Estadual (MP-CE);  Elizabeth Chagas, defensora-geral da Defensoria Pública do Estado do Ceará; Valdomiro Távora, presidente do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE); Erinaldo Dantas, presidente da Ordem dos Advogados do do Brasil - Secção Ceará (OAB-CE);  secretária adjunta Aline Gouveia, da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (SMS); prefeito de Chorozinho e presidente Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), Junior Castro; professor Hildebrando Soares, reitor da Universidade Estadual do Ceará (Uece); Elizabeth Daher, pró-reitora de Extensão da Universidade Federal do Ceará (UFC); Patriolino Dias, presidente da do Sindicato da Indústria da Construção Civil; e Márcio Albuquerque, diretor da OAB-CE. 

Também participaram d a reunião os deputados Antonio Granja, Augusta Brito, Osmar Baquit, Salmito Filho e Renato Roseno.

Últimas notícias