Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Pesquisa do Observatório do Legislativo Brasileiro (OLB) aponta o senador Eduardo Girão como menos governista do que a média dos parlamentares


A taxa de governismo, índice criado pelo Observatório do Legislativo Brasileiro (OLB) para classificar os parlamentares entre oposicionistas e governistas, designa ao senador Eduardo Girão (Podemos) o número 4,4, em uma escala de 0 a 10.

A taxa é calculada a partir das votações nominais no Senado (desconsideradas as votações unânimes ou só com 2% de divergência) comparando o voto dos congressistas aos da liderança do governo na casa legislativa.

O indicador de 0 a 10 mostra que quanto mais alta for a nota, mais os votos do congressista estão alinhados aos da liderança do governo. No Senado Federal, Randolfe Rodrigues (Rede) é considerado o mais oposicionista, com nota 0,0, enquanto Ciro Nogueira (PP) é o mais governista, com nota 8,9.

“A nossa independência com os governos federal, estadual e municipal é clara através das atitudes e posicionamentos. O que é ser governista? É ter cargo federal? Eu não tenho nenhum. É receber emendas parlamentares extras? Eu não recebo. É votar tudo com o governo? Minha postura não é essa, desde o início do mandato que tenho divergências. Deixo sempre muito claro os posicionamentos”, expressa o senador.

Últimas notícias