Banner_head Governo do Estado

Banner_head Fortaleza

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

PF cumpre 17 mandados de busca e apreensão contra tráfico de fósseis na Chapada do Araripe

A Polícia Federal (PF) cumpre 17 mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira, 22, em Santana do Cariri e Nova Olinda, e dois no Rio de Janeiro. A Operação Santana Raptor resultado de investigação que começou ainda em 2017 e investiga esquema de tráfico de fósseis na Região da Chapada do Araripe, sul do estado do Ceará. Até o começo desta manhã, dois homens foram presos em flagrante com fósseis, em Santana do Cariri e Nova Olinda.

De acordo com a PF, as buscas foram realizadas em endereços dos investigados por integrarem a organização criminosa. Empresários, servidores públicos, mineradores, pesquisadores e atravessadores de fósseis extraídos da Chapada do Araripe fariam parte do grupo. Dos dois presos pela PF, um deles seria um dos principais negociadores de fósseis no período investigado (2017-2020). O outro seria responsável por receber valores do professor/pesquisador do RJ para coleta e guarda dos fósseis.

A investigação aponta esquema de extração ilegal de fósseis feito por trabalhadores em pedreiras na região, com comercialização criminosa desses bens da União. Além da rede de empresários, servidores públicos e atravessadores que negociam fósseis raros da região, há indícios da prática ilícita por parte de um professor/pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que é um dos alvos da operação, assim como outros pesquisadores nacionais e estrangeiros.

Últimas notícias