Banner Governo do Estado

sexta-feira, 9 de outubro de 2020

MP Eleitoral de Tauá protocoliza segundo pedido de cassação de registro do prefeito Fred Rêgo





 promotora de Justiça Eleitoral, Karine Mota Correia, protocolizou, pela segunda vez, em dois dias, pedido de cassação, inelegibilidade por oito anos e aplicação de multa contra o prefeito de Tauá, Fred Rêgo, e a candidata a vice na sua chapa pela reeleição, Socorro Almeida. 


Desta feita, a ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) interposta pelo Ministério Público denuncia que Fred Rêgo, ao instituir o Programa Assistência Vale- Gás, em dezembro de 2019, se aproveitou de influência política e do uso de recursos municipais para praticar condutas que violaram o princípio da isonomia no processo eleitoral, em prol de sua pretensa candidatura no pleito de 2020.




A Promotoria argumenta que a “avidez em lançar o Programa, às vésperas do ano eleitoral, é notoriamente percebida, quando da simples observação dos atos administrativos praticados, após a aprovação da lei municipal nº 2516, de 10 de dezembro de 2019”. Para a promotora Karina Mota Correia, revelam o caráter eleitoreiro da instituição do benefício assistencial, bem como a nítida finalidade de autopromoção do então pré- candidato a prefeito.


Últimas notícias