Banner Governo do Estado

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Governo do Ceará libera pagamento antecipado do Cartão Mais Infância


O Governo do Ceará liberou nessa quinta-feira (15) o pagamento do Cartão Mais Infância, que vem sendo antecipado para as famílias cearenses mais vulneráveis neste momento de pandemia do coronavírus. O valor de R$ 85 que seria depositado somente no mês de novembro já está disponível na conta dos beneficiários, totalizando um investimento de cerca de R$ 4 milhões. Aproximadamente 45 mil famílias com crianças na primeira infância e em situação de extrema pobreza serão contempladas.


O benefício está disponível para saque, mas, para evitar aglomerações, a orientação é utilizar o cartão nos estabelecimentos comerciais. "Desde o início da pandemia, o Governo do Ceará vem antecipando o valor do Cartão Mais Infância e isso tem facilitado a vida das famílias que dependem dessa fonte de renda. Sem precisar ir ao banco, no ato da compra, a pessoa beneficiária pode realizar o pagamento direto no local, usando a função débito. Tudo isso para atender as necessidades das crianças cearenses", destaca a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.


A mãe da pequena Adryele (4), a dona de casa Daiana de Sousa, diz ter sido fundamental a transferência de R$ 85 na renda da família. "Esse auxílio vem beneficiando, e muito, a criação da minha menina porque ajuda na complementação da alimentação dela aqui em casa. É com esse dinheiro que compro também roupa ou remédio, caso ela precise. O mais importante é saber que temos essa renda de forma antecipada durante o período dessa doença", salienta.


O benefício

O Cartão Mais Infância é destinado para núcleos familiares cearenses com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses que se enquadrem na situação de alta vulnerabilidade social: residentes de zona rural, em propriedades sem banheiro ou sanitário, de estrutura inapropriada (taipa, palha, madeira aproveitada ou outro material), além de residências urbanas sem água canalizada em, pelo menos, um cômodo. Para conceder o benefício, a família deve está escrita no Cadastro Único Para Programas Sociais (CadÚnico).


Últimas notícias