Banner Dengue CE

Banner Camara Fortal

Banner Prefeitura de Fortaleza

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Gerentes do Banco do Brasil no Ceará viram réus por desvio de R$ 59 milhões


A Justiça do Ceará aceitou a denúncia do Ministério Público e tornou réu dois gerentes do Banco do Brasil acusado de envolvimento em um esquema criminoso que desviou R$ 59 milhões da instituição. Pedro Eugênio Leite Araújo e Celso Luiz Grillo de Lucca, servidores das agências de General Sampaio e Tejuçuoca, foram presos em agosto e são acusados de aplicar uma fraude que envolvia também pessoas de São Paulo e Minas Gerais.

A denúncia aponta que R$ 59 milhões foram desviados da instituição financeira, a partir da agência de General Sampaio. Os dois gerentes e um terceiro homem, de Contagem, em Minas Gerais, foram denunciados por associação criminosa e fraude. A denúncia, elaborada pelo promotor de Justiça Jairo Pequeno Neto, foi recebida pelo juiz José Cleber Moura do Nascimento, da Comarca de Pentecoste - cidade próxima a General Sampaio.

O advogado Waldir Xavier, que representa Pedro Eugênio, defende que o cliente foi vítima de extorsão e de sequestro. “De repente, ele está no polo ativo como se tivesse cometido o crime e participação delitiva com os outros acusados. Ele nega veementemente isso. Vamos aguardar sermos citados oficialmente para podermos rebater, nos autos, as acusações que lhe são formuladas”, declara.

O advogado Hélio Leitão, responsável pela defesa de Celso Luiz, informou que ainda não recebeu a denúncia e, por isso, não poderia se pronunciar. “O que podemos assegurar é que ele é inocente, vítima de extorsão. Vítima e não autor de delitos. Impetramos habeas corpus junto ao Tribunal de Justiça e esperamos que sua liberdade seja logo restaurada”, ressalta. A defesa do terceiro denunciado, o mineiro Jeferson Alves Ferreira, não foi localizada.

(Leia mais no Portal G1/Ceará)

Últimas notícias