Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

quarta-feira, 17 de novembro de 2021

Operação policial nacional contra roubo de celulares cumpre 132 mandados de prisão no Ceará


Mais de 400 policiais, em 120 viaturas, cumprem 132 mandados de prisão em operação nacional de  repressão a crimes contra o patrimônio, principalmente a subtração de aparelhos celulares. Nas 27 unidades federativas, a operação Voleur, deflagrada nesta quarta-feira, 17, são mais de mil mandados de prisão em cumprimento, além de 196 de busca e apreensão. 

As ações no Ceará são resultado das investigações das respectivas delegacias do Estado. O Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONPC) é responsável pela coordenação da operação e integra ações desencadeadas em todos os estados para reprimir os casos de roubo, furto e receptação.

O delegado-geral da Polícia Civil de Mato Grosso e vice-presidente do CONCPC, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, afirma que a ação representa um esforço investigativo das polícias judiciárias estaduais na repressão dos crimes que impactam na sensação de segurança da população, como os roubos e furtos.

“O Conselho dos Chefes de Polícia, por meio do Comitê Permanente de Análise e Repressão a crimes contra o patrimônio traçou essa operação com todos os estados para fazer frente a esses delitos e prestar contas sobre a repressão qualificada e resultados das investigações desenvolvidas pela Polícia Civil”, observa o delegado, que coordena a Operação Voleur

Já a delegada Nadine Farias Anflor, presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia, relata que a ação mostra o compromissão de fazer frente aos crimes que causam insegurança, especialmente os hediondos.

 O balanço final com os resultados da Operação Voleur será divulgado no final da tarde desta quarta-feira, 17. O nome Voleur é uma referência a quem pratica crimes contra o patrimônio, roubando ou furtando para si o que não lhe pertence

 De acordo com o Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Píblica do Ceará (Supesp-ce), a estatística das ocorrências de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) chegou a 40.418 entre os meses de janeiro a outubro de 2021. Em janeiro o número foi de 4.771, seguido por uma diminuição em fevereiro, de 4.292. Em março também houve queda para 3.663, mas em abril um pequeno aumento de 3.708. Em maio o número subiu novamente para 4.108. Em junho houve queda para 3.897 e julho subiu para 4.008. Agosto foram 4.086 e setembro 3.897. O último mês contabilizado, em outubro, contabilizou 3.994. 

Últimas notícias