Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Outubro Rosa e autocuidado são tema do Papo Saúde desta terça-feira (12)


Quando chega o décimo mês do ano, a população inicia o debate sobre a campanha Outubro Rosa e a prevenção do câncer de mama. O autocuidado é o mote do movimento, que tem como público-alvo, principalmente, as mulheres. O câncer, no entanto, também afeta homens, em menor proporção. Além de chamar a atenção para a necessidade de se consultar com profissionais de saúde e de fazer a mamografia, a campanha também estimula o autoexame das mamas. Mitos e verdade sobre o tema, informações e dicas serão compartilhados na live Papo Saúde deste dia 12 de outubro. O projeto da Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE) já é realizado há mais de um ano, às terças-feiras, às 19h30, no Instagram da Escola.

Com o tema “Outubro Rosa: manual de autocuidado”, a transmissão ao vivo terá como convidado Luiz Porto, médico mastologista, líder do Grupo de Pesquisa Grupo de Educação e Estudos Oncológicos da UFC (GEEON). A mediação é da supervisora do Centro de Extensão em Saúde da ESP/CE, Luciana Lopes.


Outubro Rosa

A campanha internacional Outubro Rosa foi criada na década de 1990 nos Estados Unidos e tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de um diagnóstico precoce e da prevenção contra o câncer de mama. Uma curiosidade: os laços cor-de-rosa, símbolos da iniciativa, começaram a aparecer nas campanhas após a Fundação Susan G. Komen for the Cure distribuí-los aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em 1990, na cidade de Nova York.

O câncer de mama é o mais incidente em mulheres no mundo, com aproximadamente 2,3 milhões de casos em 2020, o que representa 24,5% de casos novos por câncer em mulheres. É também a causa mais frequente de morte por câncer nesta população.

No Brasil, o câncer de mama é, ainda, o tipo mais incidente em mulheres de todas as regiões, após o câncer de pele não melanoma. Em 2021, estima-se que ocorrerão 66.280 casos novos da doença, o que equivale a uma taxa de incidência de 43,74 por 100 mil mulheres, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), do Ministério da Saúde.

O acesso ao diagnóstico e tratamento adequado em tempo oportuno são fundamentais para uma menor taxa de mortalidade pela doença. Ou seja, quanto mais cedo o diagnóstico for feito, maiores as chances de sucesso no tratamento médico. Por isso, a importância de falar sobre autocuidado e prevenção com frequência.


Transmissões

O Papo Saúde na ESP busca discutir temas ligados à saúde e ao bem-estar. Para isso, são convidados especialistas de várias áreas para compartilhar dicas, histórias e, especialmente, boas práticas no cuidado pessoal e coletivo. A proposta é, também, promover uma interação entre os seguidores da rede social, que podem esclarecer dúvidas e sugerir temas.


Papo Saúde na ESP

Tema: “Outubro Rosa: manual de autocuidado”.

Convidado: Luiz Porto – Médico mastologista, líder do Grupo de Pesquisa Grupo de Educação e Estudos Oncológicos da UFC (GEEON )

Quando: terça-feira (12), às 19h30

Acesse: instagram.com/espceara

Últimas notícias