Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

terça-feira, 13 de abril de 2021

Em ação do MP - Quatro servidores são afastados por suspeitas de irregularidades em Hospital do PV


Quatro servidores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Fortaleza foram afastados em uma operação do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) que investiga indícios de irregularidades nas contratações do Hospital de Campanha do Estádio Presidente Vargas (PV), no bairro Benfica, na Capital.

A Operação Caldeirão foi deflagrada na manhã desta terça-feira, 13. O MPCE não identificou os servidores afastados. As irregularidades cometidas não foram detalhadas pelo órgão. Estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão em Fortaleza e quatro São Paulo, incluindo a Associação Paulista para Desenvolvimento da Medicina (SPDM), instituição que gerenciou o Hospital do PV.

A unidade funcionou entre abril e agosto, sendo desativada em setembro de 2020. O MPCE começou as investigações em agosto do ano passado, apurando supostas irregularidades na aquisição e gerenciamento do hospital de campanha. (O Povo)

Últimas notícias