Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

sexta-feira, 30 de abril de 2021

Justiça Eleitoral cassa mandatos do prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra, e do vice, Giovanni Sampaio


O juiz Giacumuzaccara Leite Campos, da 28ª Zona Eleitoral de Juazeiro do Norte cassou os diplomas do prefeito, Glêdson Bezerra (Podemos), e do vice, Giovanni Sampaio (PSD), por abuso de poder econômico durante o pleito de 2020. A decisão também torna ambos inelegíveis por oito anos, assim como o empresário Gilmar Bender, terceiro réu da ação de impugnação.

No entanto, Glêdson Bezerra e Giovanni permanecem nos cargos, pois ainda cabe recurso.

Na peça acusatória, Glêdson Bezerra e Giovanni Sampaio são acusados, juntamente com o empresário Gilmar Bender (apoiador da campanha eleitoral) de compra indevida de combustíveis, uso indevido de helicóptero durante a campanha eleitoal de 2020 e derrame de santinho por meio de helicóptero no dia 14 de novemro, ou seja, um dia antes das eleições. Esses gastos, não teria sido apresentados nas contas de campanha.

A ação julgada tem como autor o policial militar afastado das funções João Paulo Teixeira Ramos, Letícia Leandro de Souza, Cícera Damiana dos Santos e José Aílton de Andrade Viana. Desses citados, João Paulo Ramos chegou a ser preso preventivamente sob acusação de extorsão contra o vereador Márcio Joias. O policial foi solto no início do mês e continua respondendo a processo na Justiça.

Até o momento a defesa de Glêdson e Giovanni não se pronunciou.


Últimas notícias