Banner Governo do Estado

Banner Prefeitura de Fortaleza

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Vereador Beto Mitrado, presidente da Câmara Municipal de Magres tem diploma cassado pela Justiça Eleitoral


O vereador e atual presidente da Câmara Municipal de Milagres, Beto Mitrado (MDB), vai ser afastado do cargo e perder a condição de parlamentar eleito. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou, por unanimidade, os embargos de declaração apresentados pela defesa do vereador e manteve a decisão de pagamento de multa no valor de 1.000 UFIR e a cassação de seu diploma de parlamentar eleito na campanha de 2016. A decisão da corte ocorreu nesta terça-feira (12).

Beto é acusado de comprar votos para se eleger na véspera da eleição. O TRE confirmou a decisão de primeira instância do Juiz Judson Pereira Spíndola Junior, da Justiça Eleitoral de Milagres. A ação foi movida pela coligação 'Mudar Milagres, Eu Vou' que, na época, elegeu o prefeito Lielson Landim (PDT).  O interessante é que, após eleito, Beto Mitrado chegou a compor a base do gestor.

Com a cassação do diploma de Beto Mitrado, o vereador Francisco José Pereira Lins (Lorim), atual 1º vice-presidente, assume a pressidência da Casa. Já o suplente Isael Santos (MDB), vai tomar posse como vereador no lugar de Beto Mitrado.

Por ser uma decisão colegiada, a expectativa é que tão logo seja publicado o acórdão pelo Tribunal, a Justiça Eleitoral deve ser comunicada da decisão, assim como a própria Câmara Municipal, para que o vereador Beto Mitrado seja afastado do cargo.

(Com informações do M7 Notícias)

Últimas notícias