Banner_head camara fortaleza

Banner_head Governo do Estado

quarta-feira, 27 de abril de 2022

TSE reprova contas de 2016 do PSDB e ordena devolução de R$ 19 milhões


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reprovou, nesta 3ª feira (26.abr), a prestação de contas do PSDB referente ao ano de 2016. Segundo o TSE, o partido usou irregularmente R$ 4 milhões do Fundo Partidário.

O diretório nacional PSDB teria aplicado recursos de maneira irregular para pagamento de salários acima do valor de mercado e repasses a diretórios estaduais que estavam proibidos de receber dinheiro do fundo.

A desaprovação das contas foi defendida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) e pelo órgão interno do TSE que fiscaliza as contas. Além disso, determinaram a devolução de R$ 19 milhões pela falta de comprovação de gastos.

O advogado Gustavo Kanffer, representante do PSDB, negou as irregularidades apontadas e defendeu a aprovação das contas: "consideramos que há um grau de subjetividade demasiado no último parecer. Ele se distancia daquilo que é a análise técnica".

Últimas notícias