Banner_head camara fortaleza

Banner_head Governo do Estado

sexta-feira, 29 de abril de 2022

TJCE empossa mais dois desembargadores: André Costa e Everardo Lucena e reforça a Corte de Justiça com nove magistrados, em menos de 30 dias


O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) empossou, nesta quinta-feira (28/04), dois advogados no cargo de desembargador, somando nove em menos de 30 dias úteis, passando a contar com o total de 51. A solenidade de posse ocorreu na Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), com transmissão ao vivo pelo Canal do TJCE no Youtube, em sessão conduzida pela presidente do Tribunal, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira. Os advogados André Luiz de Souza Costa e Everardo Lucena Segundo foram empossados em vagas reservadas à Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Ceará (OAB-CE), por meio do Quinto Constitucional.

Representando o TJCE, a chefe do Judiciário cearense deu as boas-vindas aos novos integrantes da Corte. “Recebemos com entusiasmo e alegria os novos membros, felicitando-os pela indicação, e, sobretudo, por suas trajetórias de destaque na Advocacia, que contemplam a exigência constitucional de notório conhecimento e reputação ilibada, merecidamente reconhecidos durante o processo de escolha para o nosso Tribunal de Justiça. Saudamos a chegada de ambos também pela diversificação de visões que trazem ao Judiciário, equilibrando a necessária combinação de experiências profissionais de advogados, membros do Ministério Público e magistrados de carreira, formando assim uma composição que, certamente, aprimora a sensibilidade na gestão da Justiça e amplia horizontes para os julgamentos conduzidos pelo colegiado”.

A presidente enfatizou que a posse dos novos desembargadores coincide com os esforços para a ampliação da capacidade de atendimento da Justiça estadual, “planejados a partir de rigorosos critérios administrativos, de modo a acompanhar o natural crescimento das demandas que a sociedade encaminha às comarcas do Interior e da Capital, preservando assim os avanços de qualidade e celeridade nos serviços prestados pela magistratura de 2º Grau, que observamos ao correr dos últimos anos”.

Últimas notícias