Banner_head camara fortaleza

Banner_head Governo do Estado

quarta-feira, 27 de abril de 2022

Atuação do Ceará é exemplo em evento nacional sobre Educação

“No Ceará, a Educação tem status de prioridade”. Com essa fala, a governadora do Ceará, Izolda Cela, abriu sua participação no Encontro Anual Educação Já 2022, evento promovido pela iniciativa Todos Pela Educação, nesta terça-feira (26), em São Paulo. A representante do Estado participou do painel que debateu “O Brasil tem o que aprender com o Brasil”, para mostrar que o País possui grandes exemplos na área da Educação, e o Ceará é um deles.

Pensando na sustentabilidade fiscal e política que dá ao Estado a condição de promover ações transformadoras, Izolda Cela pontuou três aspectos importantes que justificam a posição de destaque do Ceará na Educação do Brasil.

A primeira é que Educação é uma ação que se lança e se firma com status de prioridade, que mobiliza compromissos partindo de um diagnóstico claro. Assim, é possível se comprometer com metas ousadas, mas factíveis, e que têm comprometimento com a equidade. O conceito de Nenhum Aluno a Menos norteia o trabalho.

Outro aspecto é o investimento na construção de uma colaboração entre Estado e municípios de forma horizontal, respeitosa, de forma que cada um tenha ciência do seu papel, sua responsabilidade e seu lugar.

O terceiro ponto diz respeito ao engajamento dos diversos níveis. “De quem está no serviço, em todos os níveis profissionais envolvidos, de realização e de transformação”. Para isso, a ambiência política permite e fortalece as ações, não só no âmbito do Executivo, mas também do Legislativo.

Pandemia e Escolas de Tempo Integral

A governadora Izolda Cela também falou sobre os desafios atuais da Educação, que atravessou dificuldades em período pandêmico, e o compromisso com a formação em tempo integral. “Destaco também a recomposição da aprendizagem, por conta das escolas sem as aulas presenciais. Agora ainda estamos sentindo e tendo uma visão mais realista sobre a extensão dessas consequências. Vamos trabalhar para que os jovens tenham a condição de aprendizado novamente. Temos também compromisso com a expansão das escolas em tempo integral no Ceará, e está firmado em legislação. Já chegamos em 2022 com 60% das escolas de ensino médio já funcionando em tempo integral”, explicou.

Primeira Infância

“Educação e cuidado com a Primeira Infância também já são prioridade no Ceará ao longo desses anos. Temos o compromisso de apoiar os municípios na oferta de melhores equipamentos, completos e adaptados para o atendimento das crianças (com os Centros de Educação Infantil), com uma visão intersetorial e interdisciplinar”, destacou Izolda Cela.

Matemática e o Mercado de Trabalho

“Cuidar para que os alunos possam avançar e aprender a Matemática, considerando que a Matemática promove o desenvolvimento do pensamento lógico, de capacidades mentais importantes, e que vão ajudar inclusive na preparação e conexão para o mercado de trabalho, que também considero uma missão importante do Ensino Médio”, defendeu Izolda Cela.

No Ceará, cuidar do domínio da Matemática leva boas oportunidades profissionais. É o caso do Projeto C-Jovem, recém-lançado. A iniciativa, em parceria com grandes players internacionais, universidades e outras instituições, vai formar estudantes da rede estadual de ensino médio em desenvolvimento de novas tecnologias.

Edição 2022 + Todos Pela Educação

Entre os propósitos do evento está em acreditar que uma Educação Básica de qualidade para todos os alunos brasileiros é possível. Promovido pelo Todos Pela Educação, com apoio de especialistas em Educação e organizações do terceiro setor, o Educação Já 2022 propõe uma agenda estratégica para a Educação Básica brasileira, com recomendações de ações que precisarão ser implementadas pelo poder público de forma emergencial, por conta da pandemia, e propostas de medidas estruturais com potencial de elevar a qualidade e reduzir as desigualdades dos sistemas educacionais do País.

O primeiro conjunto de propostas para mitigação dos efeitos da crise ocasionada pela pandemia de covid-19 recomenda ações educacionais e não-educacionais para garantir que nenhuma criança e jovem fique fora da escola, que todos sejam acolhidos e que retomem uma rotina buscando seu desenvolvimento integral.

Já o segundo pilar de recomendações apresenta uma proposta de estratégia sistêmica para a Educação Básica. São elencadas dez medidas estruturais, que precisam ser vistas e trabalhadas de forma articulada e coerente entre si. São elas: governança, gestão da Educação, financiamento, professores, gestão escolar, gestão pedagógica, Primeira Infância, alfabetização, anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Educação Já

Finalizando a sua fala, a governadora Izolda Cela registrou a importância de um evento desse porte para um tema tão essencial para o desenvolvimento e a mudança do Brasil, que é a Educação. “Quero destacar a importância do trabalho do movimento Todos Pela Educação, nessa confluência forte de esforços, de produção de conhecimento e de acompanhamento que é muito valioso para todos nós, sempre pensando na sustentabilidade da política educacional”, finalizou. 

Últimas notícias