Banner_head camara fortaleza

Banner_head Governo do Estado

terça-feira, 26 de abril de 2022

Ceará tem tem maior média de crianças internadas por síndromes respiratórias desde 2020

 


Nessa segunda-feira, 25, o Ceará registrou a média móvel de 213,9 crianças internadas em leitos de enfermaria em decorrência de infecções respiratórias. O número é resultado da média de internações pediátricas registradas em sete dias e é a maior média desde o início da pandemia de Covid-19 no Estado, em 2020. 

"Desde o início de abril, a gente vê um aumento exponencial nos casos graves de crianças internadas por síndromes respiratórias. Tanto bronquiolites quanto casos asmáticos e de pneumonias graves", afirma a pediatra Bárbara Montenegro. "Existe a sazonalidade dos vírus, que aumentam de março a junho, mas este ano o aumento está sendo muito maior. Além de um momento de mais chuvas, estamos saindo de dois anos das crianças dentro de casa e uso de máscara. É como se elas tivessem que ser reacostumadas por esses vírus", analisa.

Últimas notícias