Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

domingo, 15 de agosto de 2021

Quase 291 mil doses chegam ao Ceará para continuar imunização contra Covid-19


Mais dois lotes de vacinas contra a Covid-19 chegaram ao Ceará neste sábado (14) e serão utilizadas para avançar na aplicação de primeira (D1) e segunda (D2) doses. O primeiro, com 182.520 doses da Pfizer/BioNTech, desembarcou no Aeroporto Internacional de Fortaleza às 10h30. Mais tarde, por volta das 12h30, foram recebidas mais 108.400 doses da CoronaVac/Butantan. Totalizando 290.920 doses, os imunobiológicos já estão na Central de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadim), da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), de onde são encaminhados aos municípios cearenses.

O governador Camilo Santana comentou sobre a chegada de mais imunizantes ao Ceará. “Chegaram 290.920 doses de vacinas contra a Covid no fim da manhã deste sábado ao Ceará. Foram 182.520 doses da Pfizer e 108.400 da CoronaVac, ambos lotes serão utilizados para D1 e D2. Seguimos avançando na imunização dos cearenses em todo o Estado, mas reforçamos que todos estejam atentos ao cadastro de vacinação da Secretaria da Saúde e às listas de agendamento em cada município. É fundamental completar o ciclo vacinal com as duas doses, exceto a Janssen, que é dose única”, publicou nas redes sociais.

As remessas foram enviadas pelo Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). A distribuição será feita de forma proporcional aos municípios cearenses.

Vacinômetro

O Vacinômetro da Sesa registra que, até as 17 horas da última quinta-feira (12), foram aplicadas 6,16 milhões de doses. Com isso, 4,25 milhões de cearenses receberam a D1, enquanto 1,75 milhão tomaram a D2, além dos 153 mil imunizados com dose única da Janssen. Mais de 45% da população do Estado já recebeu pelo menos a primeira parte da imunização, e cerca de 20% está com esquema vacinal concluído.

O Ceará soma agora, com essas novas remessas, 8.258.918 doses de vacinas recebidas (CoronaVac, AstraZeneca, Pfizer e Janssen).


Últimas notícias