Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

14 deputados cearenses votaram contra o voto impresso. Veja quais foram aqui


Votação na Câmara dos Deputados na noite desta terça-feira, 10, definiu que o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) que torna obrigatório o voto impresso não continuará tramitando neste momento e será arquivado. Com 229 votos favoráveis, 218 contrários e uma abstenção, a quantidade necessária para aprovação — 308 votos favoráveis em dois turnos — não foi atingida. A bancada cearense, composta por 22 parlamentares, apresentou posição contrária majoritariamente. O deputado Pedro Bezerra (PTB) foi um dos cearenses que votou contrário ao voto impresso

Todos os partidos de oposição orientaram voto contra a proposta, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Conforme a autora do texto da PEC, a deputada Bia Kicis (PSL-DF), o sistema atual não permite ao eleitor verificar se o voto foi corretamente computado pela urna. Já o deputado Raul Henry (MDB-PE) afirmou que havia risco potencial de fraudes com manipulações de comprovantes em papel.

Dentre os deputados cearenses, somente Capitão Wagner (Pros), Dr. Jaziel (PL), Heitor Freire (PSL) e Moses Rodrigues (MDB) apresentaram posição favorável à aprovação. Houve ainda 14 que se apresentaram contra a PEC e quatro parlamentares que faltaram à sessão.

Confira o posicionamento de cada deputado do Estado:

- Votaram NÃO (14)

André Figueiredo (PDT)

Célio Studart (PV)

Domingos Neto (PSD)

Eduardo Bismarck (PDT)

Genecias Noronha (SD)

Idilvan Alencar (PDT)

José Airton Cirilo (PT)

José Guimarães (PT)

Júnior Mano (PL)

Leônidas Cristino (PDT)

Luizianne Lins(PT)

Odorico Monteiro (PSB)

Pedro Augusto Bezerra (PTB)

Totonho Lopes (PDT)


- Votaram SIM (4)

Capitão Wagner (Pros)

Dr. Jaziel (PL)

Heitor Freire (PSL)

Moses Rodrigues(MDB)


- AUSENTES (4)

AJ Albuquerque (PP)

Aníbal Gomes (DEM)

Danilo Forte (PSDB)

Vaidon Oliveira (Pros)

Últimas notícias