Banner_head governo do estado

Banner_head camara fortaleza

sábado, 25 de junho de 2022

Exoneração de secretária revela fraqueza da administração Marcone Tavares em Aurora

Azedou o clima político entre o prefeito Marone, o vice Antônio e Ana Lúcia

Depois de azedar a relação com o vice-prefeito Antônio Landim (PT), o prefeito de Aurora Marcone Tavares (PSD), piorou o clima político no município. A ação é tida como uma fraqueza da administração municipal.

O prefeito Marcone exonerou nesta sexta (24), do cargo de secretária do Desenvolvimento Social e Trabalho (SDST), Ana Lúcia Gonçalves, sem nenhuma . Assim como o vice-prefeito, a ex-secretária teria sido indicação política do deputado Fernando Santana, que foi decisivo para eleição da chapa Marcone Tavares/Antônio Landim nas eleições de 2020. O pior é que o motivo da exoneração é desconhecido.

Na sexta, Ana Lúcia usou suas redes sociais para anunciar sua exoneração, que segundo ela, teria sido provocada por não aceitar "pressão" do prefeito. No entanto, a ex-secretária não revela que tipo de pressão estaria sofrendo, o que é lamentável, pois toda população merece saber o real motivo de sua saída do governo municipal. A prefeitura também silencia.

Por aqui ficamos no aguardo de que o motivo seja revelado.

Em menos de uma semana, essa foi a segunda incerteza política em Aurora.

No início da semana, o vice-prefeito escancarou seu desencanto com o autor gestão, ao afirmar que está profundamente arrependido em ter ido às casas dos aurorenses pedir votos para Marcone Tavares.

Na oportunidade, Antônio Landim acusou o gestor de está enganando a população em várias áreas, mas não aceita que na saúde, os moradores sejam enganados.

Últimas notícias