quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Prefeito de Granjeiro movimentou mais de R$ 26 milhões em conta de aposentado

Operação intitulada Bricolagem I, deflagrada pela Polícia Federal (PF) com apoio do Ministério da Transparência e a Controladoria-Geral da União (CGU), cumpriu mandados de busca e apreensão ontem no município de Granjeiro, a 410 quilômetros de Fortaleza. O objetivo da ação foi apurar fraudes em processos licitatórios envolvendo escolas na Cidade.

Foram visitadas a sede da Prefeitura e a casa do prefeito João Gregório (PSD), conhecido como João do Povo. Na residência, foram encontrados R$ 213 mil em caixas de sapato. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Caririaçu, Aurora, Juazeiro do Norte, todos no Cariri, além de Fortaleza. Nestes locais estariam outros integrantes do esquema, a exemplo dos donos das empresas que fariam as obras.

Em entrevista coletiva em que a rádio O POVO/CBN Cariri esteve presente, a delegada da Polícia Federal, Josefa Maria Lourenço, afirmou que as investigações também chegaram a uma quantia de R$ 26 milhões movimentados pelo prefeito na conta de um parente que recebe aposentadoria rural.

Os 15 mandados de busca e apreensão foram concedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5). Na investigação, foram solicitadas prisões preventivas e provisórias, mas foram indeferidos, uma vez que considerou-se ausência de provas suficientes.

O próximo passo da operação, diz Colares, será a averiguação da procedência de todo o dinheiro apreendido, além de uma máquina de contar dinheiro, um veículo, contratos e processos de pagamentos. 

(O Povo)