Banner_head camara fortaleza

quinta-feira, 19 de maio de 2022

Barbalha celebra dia da luta antimanicomial com apresentações artísticas na Praça da Estação

Na manhã desta quarta-feira (18), a Rede de Atenção Psicossocial realizou o Dia D da Luta Antimanicomial na Praça da Estação, Centro de Barbalha. O evento contou com apresentação de peça teatral, oficinas, exposição de quadros, atividades físicas e diálogos com a população sobre a temática. A integrante da Coordenação do Centros de Atenção Psicossocial (Caps III), Anne Jobênia, explicou a origem da data. “Representa as mobilizações acerca do fechamento de manicômios, das mudanças dos modelos de atenção e gestão, da formalização de novas bases legais, legislações em saúde mental, na defesa para que à atenção e o cuidado para com os sujeitos com sofrimentos psíquicos sejam realizados em liberdade partindo do princípio da convivência familiar, da inserção desse sujeito no seu território, com a família, amigos e sociedade, garantindo um cuidado humanizado e alicerçado dos Direitos Humanos”, contou.

Ainda segundo Jobênia, o objetivo do Dia D é levar as atividades realizadas pelos Caps aos espaços públicos. “Temos hoje arteterapia, pinturas, pacientes engajados em movimentos sociais, temos novas práticas e modelos que vêm sendo contemplados dentro da rede. Nosso objetivo, portanto, é promover ações em sociedade, para que se preconize a liberdade. Para que esse usuário tenha liberdade em todo e qualquer espaço social”, concluiu.

O Dia D contou com exposição de pinturas e artesanatos, produzidos pelos usuários da Caps, oficinas de arteterapia, ministrado pelo professor Jefferson Lima, apresentação de peça de Teatro “Ao ar livre”, protagonizada pelo artista Jerônimo Gonçalves e apresentação do coral dos membros da Caps III.

 

Últimas notícias