Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Governo do Ceará distribui mais de 685 toneladas de alimentos em cestas básicas durante pandemia


O Governo do Ceará promoveu, desde o início da pandemia, em março do ano passado, a distribuição de mais de 30 mil cestas básicas para milhares de cearenses em situação de vulnerabilidade social. Cada unidade doada beneficia uma família de até cinco pessoas e possui mantimentos básicos como arroz, feijão, macarrão, açúcar, leite em pó, farinha de mandioca, óleo, entre outros. A ação, que representa um total de mais de 685 toneladas de alimentos, tem o objetivo de reduzir os efeitos negativos causados pela Covid-19.

“O Estado vem monitorando os mais vulneráveis durante a pandemia e tem adotado políticas emergenciais para atender essa população. A oferta desses alimentos é uma maneira de dar mais condições para que essas pessoas enfrentem o momento que estamos passando. Nesse momento, temos que fazer pelos que mais necessitam, para garantir melhores condições de vida”, destaca a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana. Somente nos últimos dias foram entregues milhares de cestas a 20 entidades da Capital.

As doações, coordenadas pela Casa Civil, Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) e Corpo de Bombeiro do Estado do Ceará (CBMCE), contemplam famílias atendidas pelo Programa Mais Nutrição, beneficiárias do Cartão Mais Infância Ceará, vítimas de enchentes, artistas circenses da Grande Fortaleza, população indígenas e quilombolas, municípios em Isolamento Social Rígido e instituições que atendem pessoas em situação de rua, crianças com câncer e fissura lábio-palatal.

Parcerias

A ação contou com o apoio e a solidariedade das equipes da Defesa Civil, Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE), Instituto Unibanco, Instituto da Primeira Infância (Iprede), empresária Ticiana Rolim, cantor Xand Avião, Hard Rock, Indumetal, Ivia Serviços de Informática, Marquise, Yan Permissionário, Embaixada Americana e Fundação Nacional do Índio (Funai).

Últimas notícias