Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

quarta-feira, 26 de maio de 2021

Camilo começa a receber deputados estaduais para atender os seus pedidos.


O governador Camilo Santana (PT) voltou a receber, no Palácio da Abolição, deputados estaduais da sua base de apoio. Nos bastidores, a maioria dos aliados do governador reclama do distanciamento do chefe do Executivo, assim como da falta de liberação das emendas parlamentares que os deputados destinam para construções de pequenas obras em municípios em que são votados.

Para alguns aliados, até agora o governador só atendia a seis deputados: Evandro Leitão, presidente da Assembleia; Júlio César Filho, líder do Governo; Osmar Baquit, Romeu Aldigueri, Jeová Mota e Walter Cavalcante.

Os deputados chamados ao Abolição estão levando seus prefeitos para apresentarem os pedidos, independentemente das pequenas obras que serão apontadas para serem feitas com os recursos das emendas parlamentares. A notícia da abertura do governador para atender pleitos dos seus correligionários correu rápida e cada um está querendo saber quando será a sua vez. A alegação dos mais próximos de Camilo é que o distanciamento reclamado era por conta do envolvimento do governador com a pandemia do coronavírus.

Também há insatisfação na base aliada do prefeito de Fortaleza, José Sarto. Vereadores estão reclamando do não atendimento a seus pleitos e a dificuldade de falar com o prefeito. O ex-prefeito Roberto Cláudio, agora morando temporariamente em São Paulo, tem recebido constantes reclamações de aliados pelo tratamento recebido de representantes da gestão municipal. Como os deputados estaduais, os vereadores reclamam reservadamente. Um deles, porém, teria manifestado o seu descontentamento ao presidente da Assembleia, deputado Evandro Leitão. (Blog do Edison Silva)

Últimas notícias