Banner Governo do Estado

Banner Câmara de Fortaleza

RADIO

quarta-feira, 3 de junho de 2020

24 hora depois de assumir presidência do BNB, administrador Alexandre Cabral, indicado pelo Centrão, é destituído pelo Conselho de Administração do banco


O administrador de empresas Alexandre Cabral (foto) foi destituído da presidência do Banco do Nordeste na tarde desta quarta-feira (3). A decisão foi tomada após reunião do Conselho de Administração do banco, confirmou um deputado do Centrão ao Congresso em Foco.

Ele havia sido escolhido para o posto na segunda-feira (1) por indicação da bancada do PL no Ceará, estado onde o banco estatal é sediado. A cerimônia de posse foi na terça-feira (2).O comando da instituição financeira deve ser exercido de forma interina por um dos diretores do banco.

A influência do partido no cargo acontece em meio a um processo de aproximação dos partidos do Centrão, bloco informal de centro e direita, com o presidente Jair Bolsonaro. Além do PL, já foram contemplados com cargos o PP, Republicanos, PSD, PSC e Avante.

A decisão de tirar o recém-nomeado presidente do cargo acontece porque ele é alvo de um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) que apura irregularidades na Casa da Moeda. Em 2018, sob o comando de Cabral, a empresa estatal teria causado prejuízo de até R$ 2,2 bilhões por licitações suspeitas.

O relatório aponta que há evidências de fraude às licitações para a contratação dos sistemas de rastreamento e controle de produção: Scorpios (cigarros) e Sicobe (bebidas). Em dezembro de 2019, o ministro do TCU Aroldo Cedraz determinou o bloqueio de R$ 2,2 bilhões das empresas.

Leia a nota divulgada pelo Banco

Banco do Nordeste do Brasil S.A. comunica que o Conselho de Administração, em sua 682ª Reunião, ocorrida nesta data, às 14h, deliberou conforme segue:

· Destituição do Sr. Alexandre Borges Cabral do cargo de Presidente do Banco do Nordeste do Brasil S.A;

· Nomear para exercício interino da presidência do Banco do Nordeste do Brasil S.A. o Sr. Antônio Jorge Pontes Guimarães Júnior atualmente Diretor Financeiro e de Crédito, cargo o qual ele ficará acumulando até que seja eleito novo presidente definitivo;

· Antônio Jorge Pontes Guimarães Júnior é bacharel em Ciências da Computação, possui especialização em Negócios Internacionais, além de pós-graduações em Gestão de Negócios, Gestão Empresarial, Administração Financeira e em Auditoria e Controladoria. Dentre as funções desempenhadas na instituição se destacam a de Diretor Financeiro e de Crédito, superintendente nas áreas de Tecnologia da Informação, de Operações Financeiras e de Mercado de Capitais, e regional da Bahia.

· A Diretoria Executiva do Banco do Nordeste passou a ter a seguinte composição: ANTÔNIO JORGE PONTES GUIMARÃES JÚNIOR, como Presidente e Diretor Financeiro e de Crédito, CORNÉLIO FARIAS PIMENTEL, HAROLDO MAIA JÚNIOR, PERPÉTUO SOCORRO CAJAZEIRAS, SANDRA DOS SANTOS SOUZA LISBÔA e WANGER ANTONIO DE ALENCAR ROCHA.

· O Banco do Nordeste do Brasil S.A., conforme consignado em ata da presente reunião, a ser divulgada dentro do prazo legal estabelecido, informa que seu Conselho de Administração tem pautado suas deliberações de forma diligente, rigorosamente em conformidade as boas práticas de governança corporativa e em estrita observância da legislação vigente.

· O Banco informa ainda que sobre as notícias recentemente veiculadas tomou conhecimento sobre seu conteúdo somente por meio da mídia. Assim sendo, reitera seu compromisso de transparência e tempestividade de comunicação dos fatos aos seus acionistas.

(Congresso em Foco)

Últimas notícias