Banner Governo do Estado

Banner Prefeitura de Fortaleza

Banner Câmara de Fortaleza

RADIO

terça-feira, 7 de maio de 2019

UFCA irá perder quase 50% de orçamento com bloqueios de verbas anunciados pelo Governo Federal, denuncia Guilherme Landim


Em pronunciamento nesta terça-feira (7), na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Guilherme Landim (PDT) trouxe a público a futura situação da Universidade Federal do Cariri (UFCA) com os bloqueios de verbas anunciados pelo Governo Federal por meio do Ministério da Educação (MEC).

De acordo com Landim, o bloqueio para a instituição foi da ordem de R$ 9,9 mi, o que representa cerca de 25% do orçamento geral, da UFCA para o ano de 2019. Além deste, uma emenda da bancada cearense que já havia sido aprovada para investimento nesta universidade, no valor de 8,8 mi também foi bloqueada.  Somados os dois montantes, a instituição de perde mais de 18 milhões do orçamento para 2019, correspondente a 47% do orçamento previsto para este ano.

“São R$ 18 milhões bloqueados até o segundo semestre, o que tornará o serviço da universidade impraticável. A Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019 previu mais de 40 milhões para as despesas, e agora, só praticamente metade desse valor”, disse.

Landim leu uma nota do MEC que informa que a medida pode ser revista caso a Reforma da Previdência seja aprovada.  “Isso para mim é uma chantagem pública feita pelo Governo Federal aos parlamentares federais. Dois pesos e duas medidas, não podemos aceitar!”. Segundo o deputado, hoje o País investe apenas 6% do Produto Interno Bruto (PIB) em educação do ensino infantil ao superior.

Importância para a Região

O pedetista lembrou ainda a importância da instituição para a Região. Hoje, A UFCA tem seis anos de atuação, com 23 cursos de graduação, 14 cursos de pós-graduação e mais de de 3.200 alunos estudando nos cinco campi do Cariri Cearense. “Essa medida deixou a nossa região do Cariri muito temerosa sobre como será o futuro da instituição que hoje é um patrimônio para o nosso povo”.

Guilherme destacou que continuará em atuação para que a medida seja revertida. “Essa chance de um pobre, que nunca teve oportunidade de cursar nem o ensino fundamental, ter um filho na universidade é dever do estado. Vamos fazer uma mobilização no Ceará com todos os deputados, solicitar ao Governo Federal que reveja. Precisamos olhar para frente e não para trás”.

Reconhecimento em Educação

A Educação é uma das principais bandeiras para o deputado Guilherme Landim. Enquanto prefeito de Brejo Santo, em 2015, o município recebeu o prêmio Prefeito Nota 10, que reconhece os gestores e identifica a melhor rede municipal de ensino do País, tendo sido Brejo Santo o primeiro colocado.

Últimas notícias