Banner Dengue CE

Banner Prefeitura de Fortaleza

segunda-feira, 27 de maio de 2019

10 regiões do Ceará terão protestos contra reforma da Previdência


As novas regras para a aposentadoria (PEC Nº 06/2019) propostas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) serão motivo de 10 manifestações que serão realizadas a partir desta terça-feira, 28 de maio. São as Marchas Regionais contra a Destruição da Previdência, coordenadas pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal no Estado do Ceará (Fetamce), em parceria com os sindicatos filiados em suas sub-representações estaduais.

A primeira atividade acontece na Regional Vale do Jaguaribe, na cidade de Tabuleiro do Norte, com concentração a partir das 8 horas da manhã na sede do Sindicato dos Servidores do município.
Diversos movimentos sociais cearenses também articulam participação nos protestos. Entre os principais pontos questionados estão o aumento da idade mínima para aposentadoria de homens e mulheres, que aumentaria para 65 e 62, respectivamente, além das demais alterações para mulheres, professores, trabalhadores rurais e beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

De acordo com Enedina Soares, presidente da Fetamce, o intuito é pressionar o Congresso Nacional para que vote contra a aprovação do texto. “A reforma irá destruir direitos, agudizar a desigualdade social, agravar a pobreza e a miséria, reduzir o rendimento dos mais pobres e impulsionador as mais perversas formas de exploração da classe trabalhadora”, avalia a dirigente.

Além da pauta da previdência, as atividades serão unificadas com a segunda paralisação nacional contra os cortes na educação, marcada para o dia 30 de maio. Pelo menos seis das 10 marchas regionais foram congregadas com os movimentos de estudantes e professores, que também são grupos que se organizam no serviço público municipal. As regionais com atos no dia 30 são Cariri, Iguatu, Maciço de Baturité, Metropolitana de Fortaleza, Sobral e Sertão Central.

Os protestos seguintes ocorrem nas sub-representações da Federação na Grande Itapipoca, na Serra da Ibiapaba e nos Sertões de Crateús.

Últimas notícias