Banner Dengue CE

Banner Prefeitura de Fortaleza

Banner Camara Fortal

quinta-feira, 23 de maio de 2019

Prefeitura volta a se reunir com Sindicato


Mais uma reunião foi realizada na terça-feira, 22, com a diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais de Juazeiro do Norte (SISEMJUN) e Secretaria de Administração (Sead), da Prefeitura Municipal, para tratar do aumento salarial do funcionalismo público. Novas propostas foram apresentadas pelo sindicato para serem avaliadas pela administração.

Nesta quinta-feira à tarde, 23, haverá nova reunião com a secretária de Administração, Romênia Botelho, e técnicos da área contábil, além dos representantes do Sindicato, no intuito de ser apresentado o impacto da nova proposta. Conforme a secretária, são incluídos mais de 10 grupos, com valores diferenciados, para se estudar.

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, após reuniões com o Sindicato dos Servidores Municipais, justifica os percentuais de aumento de salários como um dos maiores do Estado, e que não houve acréscimo para algumas categorias, por já ter ocorrido aumento em janeiro, com a correção salarial do Governo Federal, além da Guarda Municipal, que teve aprovado do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos.

O Prefeito Arnon Bezerra ressalta que todo o esforço tem sido mantido, no intuito de evitar uma greve, mas há os limites impostos diante dos trâmites legais, que devem ser cumpridos, até mesmo no que diz respeito a Lei de Responsabilidade Fiscal. A Prefeitura Municipal irá contratar este ano, após a realização do concurso público, um dos maiores já realizados no Estado do Ceará, mais de 1.800 servidores, de forma imediata. O cadastro de reserva ficará com mais de 5 mil pessoas.

A Secretaria de Administração informa que a negociação com o Sindicato dos Servidores foi iniciada em março, havendo mais de cinco reuniões. De acordo com Romênia Botelho, o impasse maior é o fato de que o sindicato exige o aumento também ao pessoal que já teve reajuste no salário mínimo, efetuado em janeiro, que são os Auxiliares de Serviços Gerais, Porteiros e outros que também recebem o salário mínimo, o que seria injusto com os demais servidores, pois estes seriam contemplados duas vezes.

Últimas notícias