Banner_head camara fortaleza

terça-feira, 17 de maio de 2022

Morre desembargador caririense Haroldo Máximo, ex-presidente do TRE no Ceará


Morreu na tarde desta terça-feira, 17, o desembargador Haroldo Máximo aos 73 anos. O magistrado exerceu a Presidência do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) no biênio 2019-2021 e ocupou a Vice-Presidência e da Corregedoria da Corte Eleitoral entre 2017 e 2019. O magistrado era integrante da 2ª Câmara de Direito Criminal e presidente da Seção Criminal.

Natural de Farias Brito, Haroldo Correia de Oliveira Máximo nasceu no dia 5 de novembro de 1949. A carreira na magistratura teve início em janeiro de 1981, quando foi nomeado Juiz Substituto da Comarca de Jardim. Ainda no Interior do Ceará, atuou em Brejo Santo e Juazeiro do Norte.

Posteriormente foi promovido para Fortaleza, onde trabalhou na 2ª Vara de Execuções Criminais; Corregedoria de Presídios e Habeas Corpus; Vara de Execução de Penas Alternativas e Habeas Corpus de Fortaleza, entre outras.

Foi coordenador-geral da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec); diretor da Associação Cearense de Magistrados (ACM) por quatro anos; e primeiro presidente da Comissão Nacional de Penas e Medidas Alternativas do Ministério da Justiça.

No Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), exerceu a Presidência no biênio 2019-2021, além de Vice-Presidência e da Corregedoria da Corte Eleitoral (2017-2019).

Era professor aposentado da Universidade Regional do Cariri (Urca). Formado em Direito, pela Universidade Federal do Ceará (UFC), e especialista em Direito Processual Penal pela Universidade de Fortaleza (Unifor), com participação em capacitações internacionais (Course of Comparative Law for Judges – The School of Law of the University of Miami e Curso Derecho Comparado español y brasileño para juristas, magistrados y abogados – Facultad de Derecho de la Universidad Complutense de Madrid). Também era Bacharel em Administração pela Universidade Estadual do Ceará (Uece).


Últimas notícias