Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

domingo, 23 de maio de 2021

Juazeiro do Nore - Prefeito Glêdson Bezerra descarta restringir medidas de isolamento apesar de recomendação do Governo


Maior cidade do interior cearense, Juazeiro do Norte não deverá seguir a recomendação do Governo do Estado de endurecer as medidas de isolamento social. O prefeito da cidade, Glêdson Bezerra (Podemos), descartou restrições mais rígidas agora e informou que o município continuará seguindo as medidas do decreto estadual.

Atualmente, o decreto autoriza que o funcionamento de estabelecimentos de comércio, restaurantes e serviços. Cinco municípios da região já praticam medidas mais rígidas de isolamento - Barbalha, Jardim (ambas já confirmaram a extensão do isolamento rígido), Mauriti, Granjeiro e Deputado Irapuan Pinheiro.

Bezerra afirma que o número de casos na cidade tem sido estável e que a Prefeitura irá elaborar uma estratégia para aumentar a fiscalização ao cumprimento das medidas, mirando principalmente pontos de aglomeração e festas clandestinas, com reforço da Guarda Civil Metropolitana.

“Nossos números de casos têm sido estáveis nas últimas semanas. A Unidade Covid-19, que tem 32 vagas, está com 16 pacientes. Já esteve com 22. O número de internados em UTI também se manteve estáveis”, listou o prefeito de Juazeiro do Norte.  

Além de manter as regras do decreto de isolamento social por mais uma semana no Ceará, o governador Camilo Santana também recomendou na manhã deste sábado (22) que as prefeituras da macrorregião do Cariri impusessem medidas mais restritivas.

A preocupação do secretário de Saúde do Estado, Dr. Cabeto, é pela taxa de positividade de testes no Cariri, que ficou acima de 58% nesta semana, número superior à média do Estado (35%).

Outro dado que preocupa o Estado é a taxa de transmissão, que aponta o nível de risco de uma pessoa contamina outra. Enquanto a capital Fortaleza vê uma tendência de redução, com resultados abaixo de 1, o sul do Estado tem resultados superiores e tende a crescer.  

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Saúde do Crato informou que vem adotando as medidas conforme o decreto estadual e que o endurecimento das regras vai depender do crivo das equipes da Epidemiologia, Vigilância em Saúde e Imunização. "Haverá divulgação, através de decreto oficial, em breve", destacou em nota. (Antônio Rodrigues-Diário do Nordeste).

Últimas notícias