Banner_head camara fortaleza

Banner_head Governo do Estado

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022

Fernando Santana diz que PT vai crescer na Assembleia


Um dos principais articuladores do PT no Ceará, o deputado estadual Fernando Santana afirmou  que aguarda para meados de março posição conclusiva dos deputados estaduais Júlio César Filho (Cidadania) e Augusta Brito (PCdoB) sobre irem ou não para o PT. Os diálogos ocorrem não somente com os dois, mas com outros parlamentares, disse o petista. De 3 de março a 1º de abril, ocorre a janela partidária, período no qual deputados estaduais ou federais podem trocar de legenda para disputar reeleição sem que percam o mandato.

"Penso eu que agora em março essa conversação vai ter suas definições, mas até agora estamos todos em conversa. Para até afirmar uma posição mais concreta, a deputada Augusta já sinalizou o desejo de vir para o PT, e os demais deputados estão avaliando e tomarão suas decisões em março", respondeu Santana, que esteve em visita à obra do hospital da Universidade Estadual do Ceará nesta terça-feira, 15, com o governador Camilo e demais parlamentares da base. 

Questionado sobre quais são os deputados mirados pela articulação do PT afora Julinho e Augusta, o vice-presidente da Assembleia disse que é cedo para falar.  "Só posso dizer que ampliaremos, sim, as pré-candidaturas de deputados estaduais do Partido dos Trabalhadores". Atualmente, o PT tem quatro deputados no Legislativo estadual, figurando como quarta maior bancada (veja mais sobre as bancadas aqui).

Embora Santana não tenha citado os nomes que estão na mira da articulação, O POVO apurou com outra fonte petista que Nizo Costa (PSB) tem conversas abertas com o grupo do deputado federal José Guimarães, do qual Fernando Santana faz parte. 

Se o PT filiar Augusta, Júlio César e pelo menos mais um deputado, o partido passa a ser a segunda maior bancada da Casa, com sete representantes, atrás somente do PDT, este com 13.

Ao O POVO, Júlio César Filho frisou que está focado na liderança do governo, principal tarefa que desempenha no Legislativo. Ele admite haver o convite de dirigentes do PT, sem deixar de frisar que é filiado ao Cidadania.

"Inclusive, estaremos participando hoje (terça-feira, quando concedeu entrevista), às 18 horas, de uma reunião nacional do Cidadania, onde iremos definir três teses: se iremos federar com o Podemos, se iremos federar com o PSDB ou com o PDT. As teses apresentadas a nível nacional."

Últimas notícias