Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

sábado, 26 de fevereiro de 2022

STJ nega pedido de Safadão, Thyane e produtora para trancar apuração de peculato e corrupção em caso de fura-fila da vacina


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou um habeas corpus impetrado pela defesa do cantor Wesley Safadão, a esposa dele, Thyane Dantas, e a produtora do artista Sabrina Tavares, nesta sexta-feira (25). O trio pediu uma decisão liminar contra um acórdão do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que permitiu a continuação da investigação contra eles pelos crimes de peculato e corrupção passiva no caso de fura-fila da vacinação contra a Covid-19.

Wesley, Thyane, Sabrina e uma servidora da Secretaria da Saúde de Fortaleza foram denunciados pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) no início deste mês por ambos os crimes, após terem entrado com um recurso na 2ª Câmara Criminal do TJCE.

A defesa dos denunciados emitiu nota afirmando que considera um "exagero" a denúncia promovida pelo Ministério Público. "A denúncia por peculato e corrupção passiva privilegiada é um exagero e mais um abuso por parte do Ministério Público estadual, pois busca incriminar pessoas inocentes por fatos irrelevantes e não caracterizados como crime na legislação penal", afirmou o advogado Willer Tomaz. (Portal G1/CE)

Últimas notícias