Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

domingo, 14 de março de 2021

Governo do Ceará abre 70 novos leitos para Covid


Dando continuidade à entrega de leitos exclusivos para reforçar a rede de saúde no enfrentamento ao novo coronavírus, o Governo do Ceará abriu, no final da tarde deste sábado (13), mais 30 leitos de UTIs na unidade de campanha anexa à UPA de Messejana, em Fortaleza. Transmitida ao vivo nas redes sociais, a entrega foi feita presencialmente pelo governador Camilo Santana e o secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto.

De acordo com o governador, os novos leitos já estão prontos para receber casos graves de Covid-19 a partir deste sábado. “São 30 leitos que já vão, daqui a pouco, passar a funcionar. Toda a estruturação onde fica a área de farmácia, parte de prescrição dos médicos. Lá atrás tem banheiros para a equipe médica. Tem sala também para descanso”, apresentou.

O secretário da Saúde do Ceará destacou, mais uma vez, a importância do apoio da sociedade e dos profissionais da saúde nesse momento tão desafiador. “Gratidão ao profissional de saúde, aqueles que trabalham nessa UPA e nas outras UPAS, e à sociedade por esse momento de união, porque acho que todos nós, agora, estamos juntos para enfrentar, e dar dignidade, e acolher o sofrimento das pessoas”, agradeceu Cabeto.

Legado para a Saúde

Até o momento, o Governo do Ceará já abriu mais de 3.600 leitos exclusivos para atender pacientes com Covid-19 em todas as regiões do Ceará. Na manhã deste sábado (13), o chefe do Executivo já tinha realizado, virtualmente, a entrega de 10 novos leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI) no Hospital São Raimundo, em Limoeiro do Norte, e mais 10 leitos de UTIs e 20 de enfermaria no Hospital São Camilo, em Itapipoca, por meio de transmissão ao vivo nas redes sociais.

Na oportunidade, Camilo Santana anunciou que todos os novos leitos disponibilizados nos hospitais continuarão à disposição da população cearense mesmo depois da pandemia da Covid-19. “Toda essa estrutura que nós estamos montando vai permanecer, futuramente, para atender todas as demandas da Saúde, que são diárias. Essa pandemia vai passar. E toda essa estrutura do Hospital São Camilo, dos Hospitais Regionais, nós vamos manter para garantir que a população seja melhor atendida, que não fique esperando numa fila para fazer uma cirurgia. Então, esse é um esforço que o Estado tem feito, que esse é um patrimônio, um investimento importante que ficará como legado”, garantiu.

Últimas notícias