Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

quarta-feira, 31 de março de 2021

Suspeito de ameaças a Camilo Santana já foi condenado por estupro, apontam investigações


Identificado pela Polícia Civil do Ceará, o homem suspeito de ter feito ameaças de morte ao governador Camilo Santana (PT) já foi condenado por estupro. A informação foi revelada nesta quarta-feira (31), pelo secretário Sandro Caron, da Segurança Pública e Defesa Social. Segundo o titular da Pasta, o suspeito confessou o crime. 

"Ele foi identificado, interrogado e confirmou o áudio. Também foi cumprido um mandado de busca na residência dele (...) As investigações seguem. Ele já é um criminosos que tem condenação por estupro, mas o processo está em fase de recursos, por isso está solto", disse Caron. 

OUTROS SUSPEITOS

Ainda de acordo com o secretário, outras pessoas são suspeitas de envolvimento com o crime. As ameaças ao governador foram reveladas com exclusividade pelo jornalista Inácio Aguiar, no Diário do Nordeste. O áudio do suspeito teria sido enviado em um grupo de Whatsapp formado por membros que se dizem contrários às medidas restritivas adotadas no Estado.

No áudio, o homem chama Camilo Santana e outros políticos cearenses de “bandido” e relata que tem “amigos militares” que teriam “o olho quente”.

"Vou ser sincero com vocês: tinha uma galera aí doida para pegar o governador... É porque sumiu (sic). Mas não tá fácil pra ele escapar não. Tem um bocado de menino bom aí doido para pegar ele, pra comer a cabeça dele. É grana, viu? E eu estou dentro”, diz o homem.

AMEAÇAS

Não é a primeira vez que as ações de combate à pandemia deixam o governador sob ameaça de morte. Em julho do ano passado, investigações indicaram que pelo menos dois homens criaram um plano, pela internet, para jogar bombas caseiras na residência oficial do Estado. Ambos foram detidos e, em seguida, liberados. (Igor Cavalcante/Brenda Albuquerque/Diário do Nordeste)

Últimas notícias