Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

Assembleia faz mediação entre Enel e provedores de internet


A Assembleia Legislativa do Estado do Ceará recebeu, nesta terça-feira (22/02), representantes de provedores de internet banda larga, entidades e da Enel Ceará para reunião sobre o aumento da taxa de compartilhamento de postes de energia a provedores de internet. Com mediação do presidente da Casa, deputado Evandro Leitão, as partes envolvidas encaminharam a suspensão temporária da cobrança para que uma comissão técnica dos provedores seja atendida pela Enel para resolução da questão. 

Durante a reunião, Evandro Leitão destacou o papel de intermediação do Parlamento diante desta negociação entre entidades privadas. “Estamos no papel de mediador, pois não se trata de assunto de governo, são relações da iniciativa privada. Enquanto representantes do Poder Legislativo, buscamos intermediar. Sugiro a suspensão momentânea do cobrança até que se chegue a uma tratativa boa para ambas as partes, dada a conjuntura atual econômica no país, de retomada de crescimento. Não é uma solicitação minha, mas de todos os mediadores”, pontuou o presidente da Assembleia.

Também participaram do encontro os deputados estaduais Acrísio Sena, Davi de Raimundão, Nelinho e Delegado Cavalcante , além da assessora especial do governador Camilo Santana, Janaína Farias.

Os empresários e entidades representantes dos provedores alegaram que formalmente a partir de março, o valor cobrado pela concessionária relativa aos equipamentos instalados nos postes de energia pode chegar a até R$ 75 por poste, o que, segundo a categoria, tornaria inviável a manutenção do mercado em todo o Estado. A empresa de energia, por meio de sua comitiva presente na reunião, se comprometeu em não realizar a cobrança, analisar a reivindicação e revisar a taxa com sensibilidade junto ao setor.

Alessandra Lugato, da Associação Brasileira de Provedor de Internet, apoiou a criação de grupo de trabalho para avaliar as questões técnicas dos contratos estabelecidos entre as empresas provedoras de internet e a Enel, e verificar condições mais igualitárias no trato com as empresas de telecomunicações. Davi Leite, representante dos empresários agradeceu a Assembleia e a Enel por abrir o canal de diálogo. Segundo ele, as empresas não desejam aumentar o valor das mensalidades da tarifa de internet. "Vamos iniciar as tratativas de negociação e buscar uma alternativa que atenda a ambos os lados. Há mais de 17 anos estou no mercado e nunca existiu isso", afirmou.

Últimas notícias