Banner_head Governo do Estado

Banner_head Fortaleza

quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Ministério Público Eleitoral deflagra Operação Alquimia para investigar compra de votos em Apuiarés



O Ministério Público Eleitoral (MPE), por intermédio do promotor Jairo Pequeno Neto, representante da 50ª Zona Eleitoral, em conjunto com a Polícia Federal, deflagrou a Operação “Alquimia”, para investigar a prática de crimes eleitorais relacionados ao oferecimento e fornecimento de medicamentos à população em troca de votos no Município de Apuiarés. Na manhã desta quarta-feira (11/11), foram realizadas seis buscas e apreensões, decretadas pelo juiz eleitoral Walton Pereira de Souza Paiva, nas residências de candidatos e de apoiadores políticos, bem como em um estabelecimento comercial de medicamentos.


Por meio da Operação, foi possível constatar que uma farmácia localizada no município de Apuiarés realiza a entrega de medicamentos à população a pedido de candidatos. Estes arcam com os custos das respectivas compras e utilizam as medicações como moeda de troca de votos, oferecendo, portanto, vantagens indevidas aos eleitores de Apuiarés.


As investigações realizadas foram pautadas em documentações com indícios da prática dos crimes de corrupção eleitoral e captação ilícita de sufrágio. Dentre os documentos apreendidos, estavam cupons de compra de medicamentos, muitos deles acompanhados de receituário médico, que permitia a identificação do beneficiário dos remédios, bem como dos candidatos e apoiadores responsáveis pela compra. Ainda foram encontrados documentos com anotações constando o controle financeiro, com indícios de distribuição de valores para compra de votos.


Segundo o promotor eleitoral Jairo Pequeno Neto, a conduta praticada pelos candidatos aos cargos públicos, bem como pelos apoiadores, é capaz de desequilibrar a disputa eleitoral, por meio do abuso de poder econômico, maculando, assim, o princípio da normalidade das eleições.

Últimas notícias