Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Em entrevista, Sarto reafirma compromisso com ações de enfrentamento à pandemia


O candidato do PDT à Prefeitura de Fortaleza, José Sarto, concedeu entrevista à Rádio Dom Bosco FM, na manhã desta quarta-feira (25), e reafirmou compromisso com o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Além de ações na área da saúde, ele afirmou que adotará plano responsável de retomada das aulas na rede municipal de ensino.

“Assim que a vacina estiver liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), se for eleito prefeito, se você me permitir, eu vou promover o plano de enfrentamento à pandemia. Primeiro, é comprar e garantir vacinação para todos, priorizando aqueles que são grupos de risco”, garantiu.

Segundo Sarto, idosos e gestantes serão vacinados em casa e a Prefeitura já tem conhecimento técnico para isso, pois promoveu vacinação de grupos prioritários contra a gripe nesta pandemia. “Esses grupos de risco, nós vamos vacinar em casa. E, na sequência, vamos estender a vacinação para todos”, assegurou.

Ao lado da vacinação, o candidato citou outras três outras ações fundamentais na área de saúde. Uma delas é a criação de centros de acolhimento, para abrigar pessoas que não conseguem fazer o distanciamento e que estão nos grupo de risco. “Junto com isso, vamos aumentar os testes, o que a gente chama de inquérito epidemiológico. Em parceria com o Governo do Estado, vamos aumentar a testagem”, explicou.

A construção de novos equipamentos também contribuirá com o enfrentamento do novo coronavírus. “Serão mais duas UPAs, mais duas policlínicas, mais 18 postos de saúde. Essa infraestrutura de saúde vai ajudar a combater não só a pandemia do Covid-19, como outras doenças”, enfatizou.

Na área da educação, Sarto garantiu que o plano de volta às aulas e de reposição do calendário escolar ocorrerá com base na ciência, obedecendo às orientações de pesquisadores e profissionais de saúde. “Ainda existe a possibilidade de fazer ensino misto, tanto presencial como à distância. O que vai dizer efetivamente a política a ser adotada são os indicadores epidemiológicos e os indicadores assistenciais”, detalhou, citando o monitoramento da evolução da doença, incluindo diagnósticos e atendimentos clínicos.

Fortaleza de todos

Durante a entrevista, Sarto comentou também propostas nas áreas de emprego e renda, educação, urbanismo e inclusão social. Na ocasião, ele agradeceu aos fortalezenses pela adesão crescente a esse projeto, que vai trabalhar por uma Fortaleza mais justa, mais sensível, mais moderna e de todos nós. “Essa é a proposta que une Fortaleza, que garante conquistas e que avança no diálogo, no respeito”, disse, acrescentando que representa um projeto que quer pacificar Fortaleza, dizer não ao ódio, à intolerância, à violência.

Últimas notícias