Banner_head Governo do Estado

Banner_head Fortaleza

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Homem negro morre após ser espancado por segurança e PM em supermercado


Um homem negro morreu após ser espancado por dois homens brancos em uma unidade de um supermercado na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O crime aconteceu na noite de quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra, comemorado nesta sexta (20). As imagens das agressões foram registradas por testemunhas. As informações são do portal G1. 

O vídeo da violência circula nas redes sociais desde o final da noite e foi compartilhado por diversas pessoas, entre elas, a deputada federal gaúcha Maria do Rosário (PT). As imagens do vídeo postado e também de câmeras de segurança do local serão analisadas pela polícia.

João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi espancado por um segurança da loja e um policial militar que estava no local. Os suspeitos, que têm 24 anos e 30 anos, foram presos em flagrante e levados para um presídio militar e um prédio da Polícia Civil, respectivamente.

Conforme o portal, o espancamento teve início após um desentendimento entre a vítima e uma funcionária do supermercado, que fica na Zona Norte da capital gaúcha. Durante a discussão, a funcionária acionou um segurança da loja e João Alberto foi levado da área de caixas para a entrada do supermercado, onde ele iniciou a briga ao dar um soco no PM, segundo a Polícia Civil. Em seguida, ele foi agredido pelos dois homens. 

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e tentou reanimar João Alberto depois que ele foi espancado, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Porto Alegre investiga o caso.

Em nota divulgada em suas páginas nas redes sociais, a rede de supermercados informou que  lamenta profundamente o caso e que iniciou rigorosa apuração interna e tomou providências para que os responsáveis sejam punidos legalmente. A rede também chamou ato de criminoso e anunciou o rompimento do contrato com a empresa de segurança. 

Últimas notícias