Banner Governo do Estado

Banner Prefeitura de Fortaleza

domingo, 27 de janeiro de 2019

Frota de veículos no Ceará cresce 4% e ultrapassa os 3 milhões



A frota de veículos cresceu 4% no Ceará em um ano. O número de unidades saltou de 3,06 milhões, em dezembro de 2017, para 3,18 milhões em dezembro de 2018. O levantamento, realizado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE), considera automóveis, motos, caminhões, ônibus, micro-ônibus, reboques, entre outros. O resultado foi melhor do que o aumento de 3,4% observado de 2016 para 2017 e revela a recuperação do mercado automobilístico, fortemente impactado com a crise econômica que atingiu o Brasil.

No Interior, o avanço da frota foi de 4,5% no ano passado, acima da média estadual. O total passou de 1,97 milhão para 2,06 milhões de veículos. Já na Capital, o crescimento foi menor, fechando em 2,8%. A quantidade de unidades saiu de 1,09 milhão para 1,12 milhão em igual período. Ainda assim, Fortaleza detém mais de 54% da frota estadual.

Quanto aos automóveis, que atualmente representam 36,5% do total de veículos do Interior e 54% da Capital, a frota registrou alta de 3,9%, saltando de 1,12 milhão para 1,16 milhão de unidades. Em relação às motos, que respondem por 52% dos veículos que circulam nas cidades interioranas e 26,2% dos que rodam em Fortaleza, o crescimento foi de 3,5%. De 2017 para 2018, o número pulou de 1,32 milhão para 1,36 milhão.

O aumento da frota no Ceará é influenciado, principalmente, pela venda de veículos novos. De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o Estado atingiu a marca de 116.120 unidades zero Km comercializadas no ano passado, alta de 7,3% em relação ao total de 108.162 observado em 2017. Em Fortaleza, o crescimento foi de 6,7%. A quantidade de unidades novas vendidas pelas concessionárias passou de 48.481 para 51.766 no período em questão.

No Brasil, cuja frota é estimada em mais de 66 milhões de veículos, o aumento na venda de novas unidades foi de 13,5% no ano passado, saltando de 3,21 milhões para 3,65 milhões. A Fenabrave leva em conta, entre outras modalidades, os seguintes segmentos: automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos e implementos ferroviários.

Na categoria automóveis, os carros mais comercializados no País em 2018 foram Chevrolet Onyx, Hyundai HB20 e Ford Ka. Entidades representantes do setor atribuem a retomada do mercado à queda da taxa básica de juros (Selic) e à redução da inadimplência, além da melhora na economia.

(O Povo)

Últimas notícias