Banner_head camara fortaleza

Banner_head Governo do Estado

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Governador se reúne com ministro e reforça pedido para habilitação de Hospital Regional do Vale do Jaguaribe


O governador Camilo Santana esteve nesta quarta-feira (1º), em Brasília, para reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A principal pauta do encontro, dentre outros assuntos, é o credenciamento e habilitação do Hospital Regional do Vale do Jaguaribe (HRVJ). Equipamento inaugurado no último dia 25 de novembro, o HRVJ se integra à Rede da assistência da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), que já conta com unidades de alta complexidade nas Regiões de Fortaleza, Cariri, Norte e Sertão Central. Localizado no Km 190 da rodovia BR-116, no município de Limoeiro do Norte, o novo Hospital ocupa uma área de quase 30 mil metros quadrados (m²) e contará, inicialmente, com 60 leitos de internação/enfermaria nas áreas de clínica médica, clínica cirúrgica e psiquiatria, 10 leitos de UTI e cinco leitos de apoio, além de centro de imagem com exames laboratoriais, endoscopia, raio-x, ultrassonografia, tomografia computadorizada, hemodinâmica e ressonância magnética.

“Nós viemos discutir o credenciamento e habilitação do Hospital Regional do Vale do Jaguaribe. O Ceará já tinha feito essa solicitação anteriormente, porém o ministério só inicia a habilitação após o início do funcionamento do hospital. Como ele já começou a funcionar, nós viemos reforçar esse pedido como também a substituição das ambulâncias do Samu, outra demanda anterior, o ministério tinha feito uma uma licitação, mas não conseguiram adquirir as ambulâncias. Assim, estão fazendo um novo processo, pois há uma série de ambulâncias para serem substituídas dentro do Samu que atende todo o Ceará”, explicou o governador, que promoveu a universalização do atendimento do Samu, baseado em todos os municípios cearenses.

Sobre o funcionamento do HRVJ, o governador detalhou que mais serviços serão implementados em fases posteriores, considerando a complexidade na implantação de um hospital com o porte do HRVJ. Para isso, a Sesa segue um plano de abertura com tecnologia avançada e recursos humanos especializados, dividindo as etapas progressivas de atendimento médico hospitalar baseadas em critérios conforme a necessidade regional, objetivando garantir a qualidade dos serviços oferecidos, otimização de custos, segurança e continuidade na assistência. “O HRVJ começou a funcionar seus leitos de UTI, cirurgias, imagens laboratoriais, mas conforme o plano de atuação apresentado durante a inauguração, até abril ele estará funcionando 100%. É por isso que a secretária executiva de Atenção à Saúde da Sesa, Tânia Coelho, ficará aqui para resolver isso, já que o equipamento já está funcionando desde a semana passada, e nós viemos aqui solicitar o apoio do ministério da Saúde”, apontou.

Últimas notícias