Banner_head Governo do Estado

Banner_head Câmara

sábado, 20 de fevereiro de 2021

Aprovados no concurso de Juazeiro do Norte se reúnem com Ministério Público e prefeito Glêdson Bezerra


Nesta sexta (19), o prefeito Glêdson Bezerra participou na Secretaria Municipal de Educação, de reunião para dialogar sobre a situação dos candidatos aprovados no concurso público de Juazeiro do Norte.

Estiveram presentes, os promotores de Justiça Francisco das Chagas e Alessandra Magda, a secretária da pasta da Educação, Pergentina Jardim, o Secretário de Administração, Tarso Magno; o Procurador do Município, Walberton Carneiro; o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Marcelo Alves e representantes dos aprovados no concurso. 

Pergentina Jardim a apresentou o quadro atual de lotação por área de ensino, como também o planejamento da rede que está sendo feito através do monitoramento das matrículas. Outro ponto importante suscitado foi a criação de um grupo de trabalho que tem como objetivo realizar o levantamento de dados junto às unidades escolares, reorganizar a rede municipal de ensino, fazer uma reestruturação curricular e tratar da ampliação do tempo integral. Ficou determinado que representantes do sindicato e dos aprovados participem do GT juntamente com a equipe da Seduc, para que possam acompanhar o andamento do trabalho e ter acessos às informações relacionadas ao setor. 

Os aprovados também tiveram seu momento de fala, onde puderam expor suas principais reinvindicações. 

Glêdson Bezerra, por sua vez, explicou que o município tem uma capacidade de endividamento que não pode ultrapassar os 54% previsto na lei de Responsabilidade Fiscal, mas garantiu a prorrogação do concurso por mais dois anos e que a intenção da administração é convocar, levando em consideração a Lei de Responsabilidade Fiscal e as necessidades do Serviço Público.

Acrescentou ainda que o Ministério Público irá fazer um termo de ajustamento de conduta: “Iremos assinar esse termo, trazendo a responsabilidade e a certeza que no lugar do concursado não pode ficar nenhum contratado”, explicou.

(Com informações da Ascom)

Últimas notícias