Banner_head

quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Juíza relatora do TRE-CE indefere registro da candidatura de Glêdson Bezerra


A três dias das eleições municipais 2020, o candidato Glêdson Bezerra (Podemos), teve indeferido o pedido de registro da sua candidatura a prefeito de Juazeiro do Norte, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE).

A decisão da juíza eleitoral do TRE, Kamile Moreira Castro, que atendeu o pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE) , por entender que Glêdson Bezerra não se desimcompatibilizou do serviço público dentro do prazo legal estabelecido por lei, que é de três meses antes dadata da eleição.

Nos autos envidados pelo MPE à Justiça Eleitoral, consta a informação na qual, Glêdson Bezerra, como policial civil de carreira, deveria comunicar sua desimcompatibilização ao Delegado Geral da Polícia Civil ou ao comando da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, para porterior publicação no Diário Oficial do Estado. A comunicação, conforme o MPE, foi feita à direção da Delegacia Regional da Policia Civil de Juazeiro do Norte, onde o candidato é lotado. No entendimento do MPE, Glêdson teria descumprido a lesgilação eleitoral.

A decisão é monocrática, por tanto, cabe recurso e ainda será julgada pelo pleno do TRE-CE em data não determinada pelo colegiado do órgão.

Porém, o indeferimento causa prejuízo eleitoral a Glêdson Bezerra, que segundo pesquisas de vários institutos, sempre aparece em condição de empate técnico com o candidato à reeleição Arnon Bezerra, na corrida eleitoral em Juazeiro do Norte.

Com o indeferimento, o nome de Glêdson Bezerra contará nas urnas eletrônicas duante o processo eleitoral deste domingo (15 de Novembro) e poderá ser votado. Porém a apuração de seus votos será mantida em sigilo pelo TRE-CE até que saia uma decisão definitiva sobre sua regularização ou não.

A defesa do candidato Glêdson Bezerra foi procurada pelo blog, mas as ligações não foram atendidas.

Últimas notícias