Banner_head

domingo, 1 de novembro de 2020

Ana Paula Cruz apresenta propostas e critica posicionamentos antidemocráticos dos candidatos a prefeito



No primeiro debate realizado com os candidatos à prefeitura de Juazeiro do Norte, pela Rádio CBN O Povo Cariri. A candidata Ana Paula Cruz (PSB), defendeu, uma gestão democrática e participativa, além disso, manifestou sua desaprovação pela atual administração da cidade, regida pelo candidato Arnon Bezerra (PDT). Ana Paula Cruz apresentou propostas voltadas à inclusão de uma política que proteja e defenda o direito das mulheres, além de ações voltadas à melhoria da saúde, educação e segurança pública. 

 Acesso à Saúde

 “Inicialmente nós temos que ter o cuidado de colocar as Unidades Básicas de Saúde - UBS para funcionarem com qualidade. Melhorando o salário dos médicos e da equipe de saúde. Informatizando essas UBS para que assim a gente possa acabar com a interferência política dentro da saúde da nossa cidade”.  A candidata propôs humanizar a saúde de forma que abrangesse toda a população, e enfatizou que irá transformar o Hospital Estefânia Rocha Lima, no primeiro Hospital Regional de Juazeiro do Norte, assim como, a criação de um hospital exclusivo para mulheres, com atendimentos e procedimentos que 
garantam a saúde da mulher juazeirense. 

Ações para Cultura.

A candidata defendeu a necessidade de criar oportunidades de trabalho aos artistas da cidade, promovendo a volta do Juá Forró como projeto que viabilizará a economia e a cultura da região. E defendeu que a verba destinada à cultura, tem que fazer valer.

"Como meu pai sempre diz, quando o dinheiro de Juazeiro é empregado na nossa cidade, a gente vê festas, a gente vê os equipamentos públicos ficarem a serviço da nossa população. Quando o gestor não é honesto, quando o gestor sempre procurar criar outros desvios, outras finalidades para os recursos que é daqui, da nossa cidade, aí a gente vê a corrupção reinar na nossa terra, disse Ana Paula Cruz.  
 
Acesso à Moradia

A candidata garantiu o funcionamento de forma eficiente da Secretaria de Habitação, em parceria com o programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, para incentivar a população baixa renda a realizar o sonho da casa própria. Já para as pessoas que possuem terreno, afirmou que irá fazer a distribuição de verba especial para construção da casa e compra de material. 

Ao longo do debate, a candidata confrontou respeitosamente todos os candidatos presentes, reafirmou sua política humanitária em prol das minorias, e criticou o posicionamento do candidato Nelinho Freitas (PSDB), ao votar contra a Parada da Diversidade Sexual no calendário de Eventos do Estado do Ceará, e indagou sobre sua relação ideológica com o atual presidente do País, Jair Messias Bolsonaro.

 “Como assistente social sempre defendi os excluídos e os oprimidos. Nunca defendi projeto fascista, até porque faço parte de um partido a luta pelos direitos sociais. E assim a gente sempre vem defendendo a minorias: os negros, as mulheres e também o grupo LGBT".

Últimas notícias