Banner Governo do Estado

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Em debate, Sarto propõe Fundo Garantidor para ampliar microcrédito


Pré-candidato à Prefeitura de Fortaleza pelo PDT, o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado José Sarto, propôs, na noite desta terça-feira (4), a criação de um Fundo Garantidor, para oferecer opção de microcrédito a pequenos empreendedores. “Quero aprofundar a ideia do Município como indutor da economia. A gente percebe que, nas grandes recessões, é necessário investimento público. Eu discutiria a criação de um Fundo Garantidor em Fortaleza”, afirmou.

A proposta foi apresentada durante o quinto debate com prefeituráveis pedetistas, que teve como tema “Emprego e Renda no Pós-Pandemia” e foi mediado pelo vice-presidente nacional do PDT, Ciro Gomes. O pré-candidato pelo Cidadania, Alexandre Pereira, participou do encontro como convidado.

Na avaliação de Sarto, garantir microcrédito é fundamental para aqueles que são desbancarizados e não têm sequer acesso a uma conta bancária. Ele explicou que o Fundo Garantidor de Fortaleza diz respeito a captar recursos e oferecer microcrédito. “É garantir que um empreendedor possa abrir um restaurante lá no Vila Velha. Quer botar pra funcionar e não tem capital de giro. O fundo vai proporcionar isso”, argumentou.

Durante o debate, Sarto demonstrou preocupação com a economia da Capital a partir dos impactos da pandemia. “Há perspectiva de queda de arrecadação e aumento de despesa, o que vai impactar na vida do trabalhador. O grande desafio do próximo gestor será o desemprego e pensar criativamente em como gerar oportunidade”, defendeu.

Para o parlamentar, ajuste fiscal e investimento em obras públicas são caminhos fundamentais para gerar emprego e renda. “O ambiente de negócios de Fortaleza evoluiu bastante, porque foi preparada uma legislação moderna. A gestão fez ajuste fiscal espetacular, triplicou o investimento público, o que significa construção de posto de saúde, de escola, Areninha, e isso é emprego”, explicou.

De acordo com o pré-candidato, a gestão acertou ao fazer ajuste fiscal, criando um ambiente para atrair a iniciativa privada. “Confiança é fundamental para a economia, é princípio basilar do comércio. É muito importante fortalecer essa ambiência de negócios na cidade”, defendeu.

Sarto mencionou ainda sua preocupação com a população mais jovem, enfatizando a necessidade de oferecer capacitação, explorando novas tecnologias. “Fortaleza tem Cinturão Digital próprio. Então o que fazer com essa juventude, de 14, 15 anos? A gente deve capacitar. E capacitar, nesse período em que estamos, significa dar segundo idioma, apresentar novas tecnologias”, acrescentou.

Ao ser questionado por Ciro Gomes sobre como reverter a lógica urbanista de Fortaleza e proporcionar emprego próximo de casa, Sarto propôs estimular negócios nas regionais. “Precisamos criar centralidades em grandes bairros, estimulando infraestrutura e fortalecendo o empreendedorismo, sem desprezar o Centro. Fazer pactuação com o Estado, além de uma operação consorciada. Conjugar esforços e devolver o Centro ao fortalezense”, detalhou.

Série de debates

Sarto é pré-candidato à Prefeitura de Fortaleza pelo PDT ao lado do deputado federal Idilvan Alencar, do deputado estadual Salmito Filho e dos ex-secretários municipais Ferruccio Feitosa e Samuel Dias. Essa já é a quinta Live realizada pelo partido. A primeira teve o objetivo de apresentar os candidatos. Na sequência, foram discutidos os temas “Saúde e Vida”, “Educação e Cultura” e “Mobilidade, Urbanismo e Meio Ambiente”. Na próxima quinta-feira (6/8), às 18 horas, haverá novo debate. Dessa vez, o tema será “Habitação, Saneamento e Infraestrutura”, com mediação do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

Últimas notícias