Banner Governo do Estado

RADIO

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Rádio Cratense é condenada por beneficiar proprietário com propaganda eleitoral

Por infringir a lei das eleições, por meio da Rádio Princesa com propaganda eleitoral negativa irregular, o Ministério Publica Eleitoral - MPE, condenou, no último dia 24 de agosto, o médico José Aldegundes, o Dr. Zé Adega e a Rádio Princesa FM, a pagar multa no valor de 5 mil reais.

A decisão é do juiz da 27º zona eleitoral do Crato, José Batista de Andrade, que entendeu que o programa "A Voz do Povo", levado ao ar às 7h do dia 18.07.2020 pela emissora, foi conduzido no sentido de prejudicar José Ailton Brasil, na condição de pré-candidato à reeleição ao cargo de prefeito do município nas próximas eleições e beneficiar Zé Adega, na condição de proprietário da rádio e também pré-candidato.

O programa veiculou áudios que atacaram de forma maliciosa, sem provas, o pré-candidato a reeleição José Ailton Brasil.

Ao longo dos anos a Rádio Princesa já foi líder de audiência na cidade, e hoje vem ganhando o descrédito da população. A emissora tem sido utilizada para atender os interesses políticos de seu proprietário, Dr. Zé Adega, que foi condenado por utilizar o espaço da rádio para fazer propaganda eleitoral e denegrindo a imagem de seus adversários políticos.

O argumento de defesa do médico não convenceu o ministério público, e o juiz entendeu que Dr. Zé Adega infringiu a lei das eleições, por apresentou diversas inverdades ao atual gestor, induzindo a população de que o acusado seria o melhor representante da oposição para o próximo pleito.

Últimas notícias